26 Fevereiro 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Desporto Vitória falha voo nas Aves e continua em queda livre

Vitória falha voo nas Aves e continua em queda livre

Sadinos terminaram com 10 jogadores em campo e já levam sete jornadas sem vencer no campeonato

 

- PUB -

O Vitória FC foi derrotado pelo Desportivo das Aves, por 2-1, em jogo da 18.ª jornada da I Liga de futebol. A formação nortenha adiantou-se no marcador aos 16 minutos, por Derley, Cádiz ainda igualou para os sadinos, aos 55, antes de Mama Baldé, aos 72, recolocar os avenses, que estão agora a quatro pontos dos setubalenses na tabela, na liderança do marcador.

O golo que ditou o desaire dos comandados de Lito Vidigal aconteceu numa altura em que o Vitória já actuava com menos um jogador, após a expulsão do defesa brasileiro Gustavo Cascardo, aos 64, por acumulação de cartões amarelos. Com este resultado, os sadinos, que já não ganham no campeonato há sete jornadas (cinco derrotas e dois empates) – em todas as provas já lá vão nove jogos sem ganhar –, viram a distância para os lugares de descida reduzir.

Desejosos de mostrar serviço ao novo treinador Augusto Inácio, que rendeu esta semana José Mota no comando técnico, o conjunto avense entrou mais forte e cedo começou a aproximar-se com perigo da baliza à guarda de Cristiano. Aos 16 minutos, o guardião dos sadinos esteve perto de sofrer o primeiro golo da partida num remate de Fariña, que acertou no ferro.

- PUB -

Após o aviso, os anfitriões conseguiram no lance imediato, aos 17 minutos, colocar-se em vantagem no marcador. Na sequência de um canto em que os setubalenses não conseguiram aliviar o perigo, Derley aproveitou, na recarga a um remate que tinha sido interceptado inicialmente pela defesa vitoriana, para fazer o 1-0 para o Desportivo das Aves, resultado com que terminou o primeiro tempo.

Até ao intervalo, os lances de perigo iminente junto de uma e outra área foram uma miragem. Com o objectivo de dar profundidade ao sector ofensivo, o treinador Lito Vidigal mexeu na equipa aos 25 minutos, lançando em campo Berto para o lugar do defesa Artur Jorge. Nota ainda no primeiro tempo para o facto de José Semedo, Éber Bessa e Gustavo Cascardo (que viria a ser expulso na segunda parte) terem sido advertidos com cartão amarelo.

Depois de uma primeira parte apática, o Vitória entrou melhor após o intervalo e conseguiu, várias vezes, colocar em sobressalto a defesa do Aves. Num desses lances, aos 55 minutos, os sadinos chegaram à igualdade (1-1) por intermédio de Jhonder Cádiz. O atacante venezuelano aproveitou uma falha de um defesa contrário para fugir em direcção da baliza e fuzilar o guarda-redes Beunardeau.

- PUB -

Depois do empate, os sadinos, quando o cronómetro assinalava 64 minutos e estavam na sua melhor fase da partida, sofreram um revés com a expulsão do lateral-direito Gustavo Cascardo. Uma entrada imprudente do brasileiro sobre um adversário valeu-lhe o segundo cartão amarelo e a consequente expulsão.

A jogar com mais um elemento, o Aves aproveitou para voltar à carga junto da baliza vitoriana. Na sequência de um pontapé de canto, a pressão surtiu efeito para os avenses que conseguiram voltar para a frente do marcador. Aos 72 minutos, Baldé, após o canto cobrado por Rodrigo no lado direito, foi mais forte do que Dankler nas alturas e cabeceou para o 2-1.

Mesmo em inferioridade numérica, os vitorianos não se deram por vencidos e tentaram novamente o golo. Aos 75 minutos, após excelente assistência de Éber Bessa, Berto não conseguiu ter êxito devido a um corte in extremis de um defesa do Aves. Já com Valdu Té em campo (substituiu Mikel Agu aos 79 minutos), o Vitória procurou, sem sucesso, a igualdade.

Com esta derrota, que aumenta para nove o número de partidas oficiais sem vencer, os sadinos, depois dos empates com Chaves e Rio Ave, falharam o objectivo de somar pontos no campeonato pela terceira jornada consecutiva. Na próxima jornada, a 30 de Janeiro, o Vitória defronta, no Bonfim, o Sporting.

 

 

Sul-africano Kigi reforça ataque

O avançado sul-africano Kigi é reforço do Vitória FC para a próxima época e meia, anunciou quinta-feira o clube sadino, da I Liga de futebol, na sua página oficial. Já há várias semanas a treinar com a equipa liderada por Lito Vidigal, o jogador, de 21 anos, cujo nome próprio é  Kgaogelo Sekgota, é oriundo dos lituanos do FC Stumbras e disse estar ansioso pela estreia no campeonato português. “A Liga portuguesa tem maior visibilidade que a lituana e o Vitória é o clube ideal para mostrar as minhas qualidades. Estou a treinar com a equipa há já algum tempo e sinto-me perfeitamente integrado e pronto a mostrar o meu valor”.

Kigi, que alinha preferencialmente como extremo esquerdo, mas pode fazer outras posições no ataque a velocidade e a técnica como as suas principais características. “Sou rápido e tecnicista, mas prefiro que sejam as pessoas a falar das minhas qualidades. Prometo aos adeptos que vou dar o máximo em cada jogo e treino”, assegurou o jogador que é, depois do defesa Sílvio, o segundo reforço de inverno dos sadinos na presente época.

Entretanto, o Vitória anunciou também a contratação do defesa Rodrigo Antunes por época e meia para a equipa de sub-23. O jogador, de 20 anos, que fez a sua formação no clube sadino é oriundo do Moura, do Campeonato de Portugal.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Morto a tiro em festa na encosta da Bela Vista

Um homem com cerca de 30 anos morreu este domingo baleado com dois tiros numa festa ilegal que decorria na encosta da Bela Vista,...

Várzea veio colmatar necessidade de antecipar o fecho da estação na 5 de Outubro

TST explica que antiga estação apresentava alguns problemas, inclusive ao nível da logística nos serviços   A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) inaugurou há cerca...

Dores Meira acusa PS de falsear realidade sobre estacionamento pago na cidade

Dores Meira não poupa criticas às razões que o PS tem alegado. E aponta-lhe os casos de Lisboa e Almada   O estacionamento pago na cidade...
- PUB -