Liga BPI passa a ter 20 equipas já a partir da próxima temporada

11
visualizações

Num dia de grandes decisões a Federação Portuguesa de Futebol anunciou também a reformulação do futebol feminino que terá efeitos já a partir da próxima temporada, sendo o facto mais significativo o alargamento da Liga BPI, o principal campeonato do país, de 12 para 20 equipas.

- Pub -

 

Assim, este alargamento junta as 12 equipas que já competiram em 2019/20 e as oito primeiras de cada série da 2.ª Divisão, nomeadamente: Gil Vicente, Famalicão, Boavista, Fiães, Condeixa, Torreense, Atlético e Amora.

 

Além disso, o formato muda para duas séries (norte e sul) de 10 equipas cada, sendo apuradas as quatro primeiras equipas de cada série para a fase de apuramento do campeão. As restantes equipas (12) vão disputar a fase de manutenção que indicará quem serão as seis despromovidas.

 

Na época de 2021/2022 a Liga BPI será disputada por 16 clubes porque da 2.ª Divisão subirão apenas dois.

 

A Direcção da FPF entende que aumentar a Liga BPI de 12 para 20 clubes permitirá apoiar directamente quase o dobro das jogadoras portuguesas, muitas delas activas em selecções nacionais de diferentes escalões.

 

A FPF adianta que apesar do desenvolvimento dos últimos anos, continuam a existir em Portugal pouco mais de 11 mil jogadoras de futebol e futsal e nesse sentido na época passada iniciou um programa de apoio aos clubes da Liga BPI que agora vai ser alargado, contribuindo deste modo para uma maior sustentação e crescimento através do incentivo a melhores recursos humanos nos clubes com equipas femininas.

Comentários

- Pub -