Covid-19: Vitória de Setúbal confiante que Estádio do Bonfim vai ser aprovado

46
visualizações

O Vitória de Setúbal, da I Liga de futebol, acredita ter condições para fazer as correções necessárias para a Direção-Geral da Saúde (DGS) aprovar o estádio do Bonfim na próxima vistoria, disse à Lusa fonte oficial do clube.

- Pub -

“As correções são de pormenor e estão relacionadas com sinaléticas e identificação de acessos. O relatório indica que as questões de fundo foram aprovadas. Ou seja, acessos e espaços, algo que seria sempre mais difícil de alterar em tempo útil, foram aprovados, por isso, estamos confiantes de que vamos jogar no Bonfim. Vamos resolver tudo hoje e enviar à DGS”, vincou a mesma fonte do clube da I Liga de futebol.

A convicção foi transmitida depois de a Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) e a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) terem hoje informado sobre o resultado das visitas realizadas pelas autoridades regionais de saúde.

O estádio do Bonfim, juntamente com os recintos do Paços de Ferreira, Gil Vicente, Desportivo das Aves, do Boavista e do Rio Ave, foram indicados pela DGS como tendo “um conjunto de correções de que terão de ser alvo para que possam ser novamente vistoriados pelas autoridades de saúde”.

Por outro lado, o Estádio da Luz (Benfica), Estádio do Dragão (FC Porto), Estádio José Alvalade (Sporting), Estádio D. Afonso Henriques (Vitória de Guimarães), Estádio João Cardoso (Tondela), Estádio do Marítimo, Estádio Municipal de Braga, o Portimão Estádio e a Cidade do Futebol (FPF) foram aprovados pela DGS para receberem jogos de imediato.

Após a declaração de pandemia, em 11 de Março, as competições desportivas de quase todas as modalidades foram disputadas sem público, adiadas – Jogos Olímpicos Tóquio2020, Euro2020 e Copa América -, suspensas, nos casos dos campeonatos nacionais e provas internacionais, ou mesmo canceladas.

Os campeonatos de futebol de França, Países Baixos, Bélgica e Escócia foram cancelados, enquanto outros países preparam o regresso à competição, com fortes restrições, como sucede em Inglaterra, Itália, Espanha e Portugal, que tem o reinício da I Liga previsto para 4 de Junho, depois de a Liga alemã ter sido retomada no sábado.

Faltam disputar 90 jogos do principal escalão do futebol nacional, o único que não foi cancelado devido ao novo coronavírus, assim como a final da Taça de Portugal, que vai opor Benfica e FC Porto.

Após 24 jornadas, os ‘dragões’ lideram a competição, com 60 pontos, mais um do que o campeão Benfica.

Lusa

Comentários

- Pub -