Guedes será arma no ataque vitoriano ao Marítimo

16
visualizações

Avançado foi talismã nos últimos dois triunfos dos sadinos diante do Belenenses SAD e Tondela

 

- Pub -

Quase três meses depois, o Vitória FC regressa amanhã, pelas 19 horas, à competição na I Liga com um duelo na Madeira diante do Marítimo. Após a saída do franco-argelino Ghilas, que rescindiu por mútuo acordo contrato com o clube a 7 de maio, Guedes terá a responsabilidade de ser o elemento mais avançado da equipa treinada por Julio Velázquez.

O atacante português, que foi preterido no onze inicial por Ghilas nas três jornadas anteriores, está claramente em vantagem na luta pela titularidade em relação ao marroquino Hachadi, sendo por isso quase certa a sua utilização. Curiosamente, as últimas vezes que o jogador, de 33 anos, facturou o Vitória venceu, facto que lhe confere neste momento o estatuto de talismã.

Belenenses SAD e Tondela, respectivamente, nas 17.ª e 18.ª jornadas, foram as vítimas de Guedes, que marcou o golo do triunfo (0-1) no reduto dos lisboetas e fechou as contas do êxito gordo, por 0-3, obtido na casa dos beirões. Daí para cá, o avançado não voltou a marcar e os sadinos registaram três empates (Moreirense, Portimonense e Benfica e três derrotas (FC Porto, Gil Vicente e Braga).

Outro dado que joga a favor de Guedes prende-se com o facto de o Marítimo, oponente da 25.ª jornada, marcar o reencontro do avançado com a sua primeira vítima. A 7 de Janeiro de 2007, então com 19 anos, o jogador fez o seu primeiro golo como profissional pelo Penafiel, da II Liga, que na altura venceu por 1-0 e afastou os madeirenses na 4.ª eliminatória da Taça de Portugal.

Além desse golo na partida de 2006/07, Guedes já facturou outras três vezes diante dos madeirenses: uma novamente ao serviço dos penafidelenses e outras duas pelo Rio Ave. A última vez que o fez, em 2016/17, o golo que apontou permitiu aos vila-condenses vencer no Funchal (1-0), cidade onde o avançado e o Vitória vão procurar conquistar os três pontos, na partida que marca o reatamento da Liga, após a paragem provocada pela pandemia da Covid-19.

Presidente Paulo Gomes: “Estamos prontos para o jogo”

A poucas horas do reatar da competição, o presidente do Vitória, Paulo Gomes, deixou uma mensagem, lembrando o esforço despendido por todos para que esta retoma fosse possível. “O futebol foi exemplar em todos os aspectos neste momento tão difícil e a retoma é o prémio pelo esforço desenvolvido por todos. Esta nova realidade, contudo, será bem diferente da que estamos habituados, mas é nestes momentos que nos unimos e tornamos mais fortes”.

Na nota publicada na página oficial do clube o dirigente deixou uma garantia: “A segurança será sempre a nossa maior prioridade e é com esse espírito de responsabilidade social que nos preparamos para entrar em campo. Queremos continuar a ser agentes de saúde pública e para isso há regras que têm de ser seguidas à risca”, escreveu.

Paulo Gomes não esqueceu os vitorianos. “Não teremos o apoio dos nossos adeptos no estádio, eles que sempre estiveram connosco, nos bons e nos maus momentos, é verdade, mas temos plena certeza de que continuarão, à distância, a torcer por nós e a serem o 12.º jogador especial”, disse, acrescentando: “Temos a alma dos vitorianos e setubalenses para valorizarmos este espectáculo e é por eles que vamos lutar, ainda com mais ambição, garra e coragem, para no final podermos festejar todos juntos. Estamos prontos para o jogo”, assegura.

Velázquez ultimou pormenores

Entretanto, a equipa cumpriu ontem de manhã mais uma sessão de trabalho no Estádio do Bonfim. O técnico espanhol Julio Velázquez aproveitou para aperfeiçoar os pormenores da estratégia a apresentar no Funchal, sabendo que não poderá contar com José Semedo, capitão dos vitorianos que vai agora cumprir um jogo de castigo depois de ver o nono cartão amarelo na ronda anterior diante do Benfica.

As boas notícias prendem-se com o regresso de Éber Bessa. O brasileiro voltaa às opções do treinador depois de ter falhado o embate com as águias devido a suspensão. Hoje, pelas 10 horas, no Estádio do Bonfim, o conjunto sadino realiza o último treino antes do encontro na Madeira. Pelas 12h30, Julio Velázquez fará a conferência de imprensa de antevisão, estando a partida para o Funchal agendada para o final da tarde.

 

Comentários

- Pub -