Jogadores contam os minutos para regressar à competição

6
visualizações

Estreia após a paragem será na Madeira, quinta-feira (19:00 horas), diante do Marítimo.

 

- Pub -

Em contagem decrescente para o regresso à competição, o Vitória FC voltou ontem de manhã ao Estádio do Bonfim para preparar a estratégia a utilizar na quinta-feira, 19 horas, frente ao Marítimo. Depois de 89 dias sem jogar na I Liga, devido à pandemia da Covid-19, os comandados de Julio Velázquez não vêm a hora de voltar a entrar em acção naquela que será a 25.ª jornada da prova.

Após o empate (1-1) alcançado na recepção ao Benfica no dia 7 de Março, os vitorianos, mesmo sabendo que passaram praticamente três meses desde esse encontro em Setúbal com as águias, viajam amanhã para a Madeira com o objectivo de somar novo resultado positivo, desta vez diante de um adversário directo na luta pela permanência. O Marítimo segue na 15.ª posição com 24 pontos, menos quatro que os sadinos que ocupam o 12.º posto da tabela.

Depois da folga do dia anterior, o treinador Julio Velázquez continuou a aprimorar os pormenores que podem ainda ser melhorados pela sua equipa, que na primeira volta do campeonato tinha empatado (0-0) no Bonfim com os insulares. Após essa igualdade, o treinador Sandro Mendes acabou por ser substituído de forma interina por Meyong, que orientou a equipa durante três jornadas, antes da chegada do técnico espanhol.

Além da vertente competitiva, os responsáveis do emblema setubalense não têm descurado a segurança desde que regressaram ao trabalho no Bonfim no início do mês de Maio. Um dos apectos mais visíveis desse rigor prende-se com o rastreio à Covid-19 que tem sido feito aos profissionais do clube. Prova disso mesmo é o facto de os jogadores, equipa técnica e staff ter ontem pela sexta vez voltado a ser testado de forma a poderem viajar para a Madeira em segurança.

Recorde-se que na passada sexta-feira, o plantel já tinha sido testado pela quinta vez e, tal como tinha acontecido nos rastreios anteriores, todos deram negativo, ou seja, nenhum jogador, treinador ou elemento do staff se encontra infectado. Tal como preveem os regulamentos, os exames têm de ser efectuados antes de se realizarem os jogos que restam disputar na Liga.

Hoje, pelas 10 horas, a equipa volta a treinar no Estádio do Bonfim. Numa altura em que o Vitória já está na recta final da preparação do embate com o Marítimo, o espanhol Julio Velázquez sabe que não vai poder contar com o contributo do médio José Semedo. Após completar uma série de nove cartões amarelos, o capitão vai falhar a deslocação ao arquipélago da Madeira.

Para colmatar a vaga no meio-campo, o timoneiro dos sadinos poderá apostar em Leandro Vilela ou Leandrinho, não estando excluída a possibilidade de apostar em utilizar o central Bruno Pirri na posição de médio defensivo, solução que foi utilizada na última vez em que Semedo não actuou. Curiosamente, a última vez que José Semedo – quarto jogador mais utilizado na equipa apenas atrás do guarda-redes Makaridze e dos defesas Sílvio e Artur Jorge – esteve ausente (também por castigo) coincide com o último êxito alcançado pelo Vitória na prova. Nessa partida da 18.ª jornada, os sadinos obtiveram um triunfo robusto, por 0-3, em Tondela graças aos golos de Carlinhos, Zequinha e Guedes. Daí para cá, a equipa somou três derrotas (FC Porto, Gil Vicente e Sp. Braga) e três empates (Moreirense, Portimonense e Benfica).

Tiago Teixeira chefia ‘scouting’

Entretanto, o sadino Tiago Teixeira, que na época 2018/19 foi adjunto de Jorge Silas no Belenenses SAD, é o novo responsável máximo do scouting da equipa principal, colaborando também na coordenação dessa área na formação, oficializou o clube na sua página oficial. “O Vitória vem por este meio informar que chegou a acordo para a contratação de Tiago Teixeira. O setubalense, de 38 anos, chega para reforçar o ‘staff’ vitoriano e é o novo chief-scout da equipa principal, colaborando também na Coordenação de Scouting da formação”.

O técnico, de 38 anos, regressa ao Vitória, clube onde desempenhou as funções de observador em 2009/10. “Trata-se de um regresso ao Bonfim, onde já tinha desempenhado as funções de observador na época 2009/10”, escreveu o clube, lembrando o percurso do técnico. “Como treinador adjunto, Tiago Teixeira representou clubes como o Atlético CP, o Olhanense, o Belenenses, entre outros. No estrangeiro, além da experiência no FC Barcelona (scout), passou ainda pelo Al Taawon (Arábia Saudita) e, na última temporada, pelo Hatta Club (Emirados Árabes Unidos)”.

Comentários

- Pub -