Vitória respira de alívio com aprovaçãodo Plano Especial de Revitalização

26
visualizações

Plano do PER para pagamento da dívida total ronda os 25 milhões de euros.

 

- Pub -

O Plano Especial de Revitalização do Vitória FC recebeu um parecer favorável dos credores e foi homologado, anunciou o clube que é presidido por Paulo Gomes desde o passado mês de Janeiro. A decisão surge como uma boa notícia para os setubalenses que conseguem desta forma reestruturar os moldes para o pagamento das dívidas da SAD a entidades, jogadores e fornecedores.

“O Vitória Futebol Clube vem por este meio informar que, após muito trabalho, empenho e resiliência, o Plano Especial de Revitalização (PER) foi aprovado com sucesso. Com base na seriedade e no cumprimento, assegurámos um instrumento fundamental para a reestruturação do clube, sem colocarmos em causa a gestão corrente”, lê-se no comunicado publicado na sua página oficial.

No passado mês de Fevereiro, o clube, que nas direcções anteriores, lideradas por Fernando Oliveira e Vítor Hugo Valente, já tinha recorrido a três Planos Especiais de Revitalização, apresentou o PER para pagamento da dívida total que ronda os 25 milhões de euros. “A direcção assumiu uma nova forma de negociação, permitindo que grande parte da dívida não fosse cumprida em regime prestacional, mas considerando também receitas extraordinárias”.

O documento refere ainda que se tratou de um processo “extremamente complexo e exigente”, que acabou por ser aceite pela grande maioria dos credores. “Numa votação que contou com a participação de 74,65% dos credores, o Plano foi aprovado por 99,98%, tendo a sentença homologatória sido proferida a 12/03/2020”, menos de dois meses depois da tomada de posse (a 20 de Janeiro) da actual direcção.

“Depois de termos sido confrontados, logo nos primeiros dias de mandato, com a necessidade de cumprimento de um prazo de apresentação do Plano, mesmo sem qualquer tipo de informação relativa ao mesmo, agimos de forma imediata”, garantem os sadinos, reconhecendo o trabalho do advogado que acompanhou o processo. “Com a ajuda do Advogado Gonçalo Sampaio, em Fevereiro, no último dia do prazo, conseguimos apresentar o Plano do PER para pagamento da dívida total que ronda os 25 milhões de euros”.

E acrescenta: “Sabendo nós que a liquidação deste valor impunha, a curto prazo, valores incomportáveis no pagamento das suas prestações, não poderíamos manter este modelo de negociação, sob pena de vermos adiado o problema, tornando-o maior”, vinca o comunicado, que informa que os sócios saberão, em Assembleia Geral, os “detalhes da negociação”.

O Vitória fez também questão de sublinhar o papel da autarquia setubalense. “Esta vitória é preciosa e dá-nos a possibilidade de contribuir decisivamente para a resolução dos problemas de fundo do nosso clube. Um agradecimento muito especial à Câmara Municipal de Setúbal, cujo papel se revelou fundamental em todo o processo, contribuindo de forma ativa, gerando mais ideias para solução do que as inicialmente solicitadas”.

Equipa volta a jogar no Bonfim

Após o empate (1-1) obtido quinta-feira na Madeira diante do Marítimo, os comandados de Julio Velázquez centram já as suas atenções na recepção de quarta-feira, pelas 17 horas, ao Santa Clara, em jogo da 26.ª jornada da I Liga. O duelo com os açorianos, que chegam a Setúbal moralizados pelo triunfo obtido na sexta-feira frente ao Sp. Braga (3-2), marca, mais de três meses depois, o regresso da equipa aos jogos em casa.

Desde 7 de Março, dia em que os verdes e brancos impuseram uma igualdade (1-1) ao Benfica, que a equipa não tinha a oportunidade de jogar no seu estádio. Apesar de a partida não ter adeptos nas bancadas, o facto de poderem voltar a jogar no seu recinto é algo que não deixa indiferentes os atletas que compõem o plantel. No regresso a casa, a equipa, que está há sete jornadas sem vencer, tem como objectivo reencontrar-se com os êxitos.

Entretanto, ontem, pela oitava vez desde o regresso ao trabalho no início do mês de Maio, os jogadores, equipa técnica e staff foram submetidos a mais um rastreio à Covid-19. Recorde-se que até agora, os sadinos passaram incólumes ao vírus, uma vez que todos os testes deram negativo. Para hoje, dia em que deverão ser conhecidos os resultados dos exames, a equipa continua a preparara a estratégia a utilizar diante do Santa Clara.

Frente ao actual oitavo classificado, com 33 pontos, o Vitória, que ocupa o 11.º posto, com 29 pontos, volta a contar com o contributo do médio José Semedo. O capitão, que cumpriu castigo na Madeira, deverá voltar a assumir a titularidade no meio-campo defensivo da equipa treinada por Julio Velázquez.

 

Comentários

- Pub -