Reduzir despesas, aumentar número de sócios e apostar na publicidade são objectivos

5
visualizações

Por dificuldades financeiras não vai ser possível manter a equipa de juniores que disputava a 2.ª Divisão Distrital.

 

- Pub -

Wilson Lima foi eleito, no passado sábado, presidente da direcção do Clube de Futebol da Trafaria sucedendo no cargo a Nuno Henrique Santos, que concluiu o seu mandato e não se recandidatou.

 

Na Assembleia Geral realizada, os associados do clube aprovaram o relatório e contas de 2019 e elegeram por unanimidade os corpos sociais para o biénio de 2020 / 2022.

 

Para além de Wilson Lima, foram também eleitos para a direcção: Pedro Pinheiro como vice-presidente administrativo; Nuno Martins, vice-presidente desportivo; Vasco Fernandes, secretário-geral; Luís Barbosa, secretário desportivo; Fernando Pacheco, tesoureiro; Ricardo Pessoa, Emanuel Lage e João Conceição, vogais.

 

Na entrevista que deu ao “Setubalense”, o novo presidente da direcção falou dos objectivos do clube para os tempos mais próximos, da ambição da equipa sénior e deixou a informação de que não vai ser possível manter a equipa de juniores na próxima temporada, por dificuldades financeiras.

 

Quais são os objectivos da nova direcção para os próximos dois anos?

Vamos tentar reduzir as despesas fixas, aumentar o número de sócios e apostar em publicidade no campo tentando cativar as empresas do concelho de forma a aumentar as receitas. Pois, só assim será possível viver sem o sobressalto dos últimos anos.

 

Perspectivas para o futebol de formação?

A  escola de formação vai continuar o seu percurso e na próxima época teremos um aumento do número de  atletas e mais um escalão, em relação à época passada. Mas, por outro lado, não vai ser possível manter a equipa de Juniores por motivos financeiros.

 

A equipa sénior teve uma boa prestação na época que terminou recentemente. Que espera dela na próxima temporada?

Vamos manter a equipa técnica e a maioria dos jogadores. Do núcleo duro da época passada só saiu um jogador e para esta época conseguimos contratar alguns que já tinham passado pelo clube há duas épocas atrás.

Terminámos o campeonato num honroso quarto lugar, que não estava nas previsões iniciais, com um plantel que foi formado à pressa. O nosso treinador Dinis Rosa, e restante equipa técnica, conseguiu reunir um conjunto de jogadores com uma média de idade muito baixa e foi uma boa surpresa. Os jogadores adaptaram ao clube e a resposta dada em campo foi extraordinária. Para a nova época os objectivos passam por melhorar o que foi feito a época passada e lutar pela vitória em todos os jogos porque os jogadores, apesar de muito jovens, estão com uma grande ambição.

 

Para concluir, o que há mais para dizer?

Dizer que convidámos o Nuno Martins para vice-presidente desportivo porque foi nosso capitão de equipa nos últimos três anos. Convidámo-lo para este cargo com a convicção de que é a pessoa certa para o lugar, pela liderança que sempre demonstrou dentro de campo. Para terminar, dizer que é um orgulho presidir a um clube onde joguei durante vários anos nos tempos áureos em que o Trafaria militava na 3.ª divisão nacional. Tudo farei, juntamente com a restante direcção, para levar a vila da Trafaria a ter orgulho no clube da terra.

 

Comentários

- Pub -