1 Dezembro 2020, Terça-feira
- PUB -
Início Desporto Indefinições no clube não impedem preparação do jogo de estreia

Indefinições no clube não impedem preparação do jogo de estreia

Juventude de Évora é o primeiro adversário do Vitória FC na série H do Campeonato de Portugal.

 

- PUB -

A dez dias da estreia oficial na série H do Campeonato de Portugal, o Vitória FC, que adiou para 15 de Novembro o jogo de estreia no reduto do Moura, continua a sua preparação no Estádio do Bonfim. O objectivo é apresentar a equipa na melhor forma possível na partida que marca a estreia na competição a 4 de Outubro (domingo), dia em que o adversário da segunda jornada será o Juventude de Évora.

Até ao momento, os setubalenses realizaram dois jogos de preparação. No primeiro desses testes, a 12 de Setembro, a equipa deslocou-se ao Restelo, estádio onde alcançou um triunfo por 1-3 sobre o Belenenses. Nessa partida os golos foram apontados por Mathiola, Ventura e Zequinha, avançado, de 33 anos, que é neste momento o jogador com a pontaria mais afinada no plantel.

A veia goleadora do atleta nascido e criado em Setúbal ficou patenteada na segunda partida de preparação. A 19 de Setembro, no Estádio do Bonfim, Zequinha bisou no teste efectuado contra os vizinhos do União Futebol Comércio e Indústria. Na vitória por 4-1 contra os alvi-negros, Kamo-Kamo, atacante que na época anterior se destacou na Liga Revelação pelos sub-23 também marcou por duas vezes.

- PUB -

A dez dias da estreia na prova é expectável que a equipa agende para os próximos dias mais testes para que o treinador Alexandre Santana, que tem na sua equipa técnica os adjuntos Rúben Conceição, João Nicolau e Hugo Grosso, Ricardo Cavaco (preparador físico), Diego Silva (treinador de guarda-redes) e João Gato (observador/analista), possa pôr em prática as ideias que preconiza para o Vitória 2020/21.

Apesar de os últimos dias terem sido dominados pelos agendamentos das Assembleias Gerais – uma referendária para votar a aceitação de 65 lotes de terreno doados pela Câmara Municipal (na próxima terça-feira) e outra, a 18 de Outubro, para eleger os novos órgãos sociais) –, a vertente desportiva continua a ser diariamente trabalhada tendo em vista o primeiro compromisso da equipa principal.

FPF aperta condições de licenciamento

- PUB -

Além do Vitória FC, a Associação de Futebol de Setúbal (AFS) está representa no Campeonato de Portugal por outros cinco clubes. Na série G, Olímpico do Montijo, GD Fabril e Oriental Dragon são os clubes da região em prova, enquanto na série H, o Vitória tem a companhia do Pinhalnovense e Amora. Os seis clubes da região ficaram esta semana a conhecer as condições para disputar provas da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

No Campeonato de Portugal, as regras agora divulgadas serão mais apertadas e os clubes precisarão de licenciamento, que será inicialmente aplicado à nova Liga 3, à Liga Revelação, à Liga de futebol feminino e à Liga de futsal masculino. Mais tarde, em 2023/24, estender-se-á às restantes provas, de seniores e jovens, albergadas pela Federação. No documento publicado segunda-feira nas plataformas oficiais da FPF, os clubes ficaram a conhecer as regras que vão ter de cumprir com um objectivo bem definido. “Os emblemas terão de cumprir vários requisitos que têm por objectivo elevar e uniformizar os padrões de qualidade de todos os participantes para a melhoria do futebol nacional”.

Apenas com esta licença, que durará apenas uma época desportiva e é intransferível, os clubes poderão participar nas competições da FPF. O licenciamento “visa certificar a boa gestão dos clubes em quatro vectores essenciais: desportivo, infraestrutural, organizativo e económico-financeiro”, sendo que a atribuição dessa licença “está dependente de critérios específicos, designadamente desportivos, infraestruturais, administrativos, legais e financeiros”.

Na componente financeira, clubes como os seis filiados na AFS que participam esta temporada no Campeonato de Portugal, deverão fazer prova da inexistência de dívidas em relação aos seus jogadores, treinadores e colaboradores, vencidas à data de 31 de Dezembro do ano anterior à época a licenciar, além de necessitarem de demonstrar que têm a situação regularizada com o Fisco e Segurança Social”.

O regulamente refere que relativamente ao Campeonato de Portugal, este regulamento apenas entrará em vigor na época seguinte, ou seja 2022/23, numa altura em que este já será o quarto escalão do futebol português, uma vez que a nova Liga 3 entra em vigor em 2021/22, onde já será regida por este novo regulamento.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

St. Peter’s: Investimento de 4,6 milhões abre a porta a mais de 200 alunos

Novo edifício projectado para Setembro de 2021 permitirá também ao colégio ter alunos em regime de internato Nas actuais instalações, na Volta da Pedra, Palmela,...

Denúncia de alegada fraude fiscal de Paulo Rodrigues seguiu para as Finanças

Em causa as comissões recebidas pelo agora presidente do Vitória quando era empresário.   O SETUBALENSE teve acesso à documentação remetida esta semana por um sócio...

Ginjal promete dar mais élan a Cacilhas e fazer ‘inveja’ à margem norte

Uma nova cidade vai nascer na beira Tejo de Almada com espaços para promover o turismo, promoção cultural e zona habitacional A proposta relativa ao...
- PUB -