1 Dezembro 2020, Terça-feira
- PUB -
Início Desporto Kamo-Kamo marca no empate vitoriano em Alverca

Kamo-Kamo marca no empate vitoriano em Alverca

Depois dos triunfos com Comércio e Indústria, Belenenses e Oriental Dragon, sadinos cedem primeiro empate.

 

- PUB -

O empate (1-1) cedido sábado diante do Alverca pôs um ponto final no saldo 100 por cento ganhador do Vitória FC na pré-temporada. Mais importante que o resultado nesta fase é destacar o facto de Kamo-Kamo ter sido o autor do golo sadino. O jovem avançado moçambicano marcou pelo terceiro encontro consecutivo e, numa altura em que falta menos de uma semana para a estreia oficial da equipa, esse é um aspecto a ter em conta na equipa.

O atacante, de 21 anos, que já tinha bisado no 4-1 ao Comércio e Indústria e marcado um golo no triunfo (5-0) sobre o Oriental Dragon, tem mostrado argumentos para convencer o treinador Alexandre Santana a dar-lhe uma oportunidade na recepção de domingo ao Juventude de Évora, adversário dos setubalenses na segunda jornada da série H do Campeonato de Portugal (CdP).

Kamo-Kamo, que chegou ao Bonfim na época transacta, cedo começou a mostrar as suas qualidades na Liga Revelação. Na competição de sub-23, o africano apontou 12 golos em 32 partidas, desempenho que permitiu ao jovem ser várias vezes chamado a dar o seu contributo à Selecção de Moçambique, país onde representou o Ferroviário de Maputo antes de rumar a Setúbal.

- PUB -

O moçambicano não é o único atacante que se tem mostrado nos testes realizados na pré-época. O veterano Zequinha, de 33 anos, por exemplo, tinha, antes do embate de sábado em Alverca, facturado nos três jogos de preparação anteriores (Belenenses, Comércio Indústria e Oriental Dragon). A experiência do setubalense tem-se revelado de extrema utilidade à equipa, bem como na transmissão de conhecimentos aos mais jovens.

Além de Kamo-Kamo e Zequinha, outros dois jogadores inscreveram até agora o seu nome na lista de marcadores. Foram eles Hachadi, marroquino que bisou na partida em Pinhal Novo com o Oriental Dragon, e Bruno Ventura, que já tinha sido um dos marcadores de serviço no duelo efectuado no primeiro teste da pré-época, a 12 de Setembro, com o Belenenses e, na passada semana como o Oriental Dragon.

Entre os 21 atletas utilizados pelo Vitória em Alverca, voltaram a actuar vários atletas que integravam o plantel que em 2019/20 estavam com a equipa na I Liga. Os defesas Mano, João Meira, André Sousa e Nuno Pinto, os médios José Semedo, André Pedrosa e Mathiola e os avançados Zequinha, Hachadi e Mendy. Nuno Pinto, que já tinha jogado como o Oriental Dragon, voltou a fazê-lo pala segunda partida seguida.

- PUB -

No duelo de preparação com os ribatejanos do Alverca, o treinador Alexandre Santana, utilizou, também João Valido, Petterson, Alexandre Mendes, Marcos Raposo, João Serrão, Bruno Langa, Bruno Ventura, João Marouca, Kamo-Kamo, Bruno Luz e Sekgota. Indisponíveis estiveram Lucas Paes, Josué Duverger, Bruno Almeida, Derick Poloni, Rodrigo Jorge, Gonçalo Santos, Diogo Martins, Tiago Nascimento e Hugo Neves.

 

Trabalho voluntário no Bonfim

Com o objectivo de melhorar a imagem do Estádio do Bonfim, vários voluntários realizaram durante nos últimos dias trabalhos no espaço que vai albergar os troféus do clube. A intenção passa por conseguir trazer a “dignidade e respeito a história do Vitória merece”, escreveram na página dos voluntários do VFC no Facebook. “Os nossos voluntários colaboraram na montagem de estantes que servirão para colocar todas as taças do clube, taças essas que se encontram a ser restauradas e inventariadas”. Todos os interessados em juntar-se ao grupo de voluntários podem fazê-lo através de mensagem para a página do clube naquela rede social ou através de e-mail: ([email protected]).

Entretanto, durante o fim-de-sema não passou despercebido a quem circulou nas imediações do Estádio do Bonfim a colocação de estandartes do clube em torno da casa do Vitória. O símbolo do clube e frases como “somos Setúbal, somos Vitória” surgem nas bandeiras cujas cores dominantes são, como não poderia deixar de ser, o verde e branco.

 

Andebol sofre desaire caseiro

A contar para a terceira jornada do Campeonato PLACARD Andebol 1, o Vitória FC/Restaurante ONovo10 não conseguiu no sábado evitar a derrota, por 21-26, com o Póvoa Andebol Clube, partida que decorreu no pavilhão Antoine Velge, em Setúbal.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

St. Peter’s: Investimento de 4,6 milhões abre a porta a mais de 200 alunos

Novo edifício projectado para Setembro de 2021 permitirá também ao colégio ter alunos em regime de internato Nas actuais instalações, na Volta da Pedra, Palmela,...

Denúncia de alegada fraude fiscal de Paulo Rodrigues seguiu para as Finanças

Em causa as comissões recebidas pelo agora presidente do Vitória quando era empresário.   O SETUBALENSE teve acesso à documentação remetida esta semana por um sócio...

Ginjal promete dar mais élan a Cacilhas e fazer ‘inveja’ à margem norte

Uma nova cidade vai nascer na beira Tejo de Almada com espaços para promover o turismo, promoção cultural e zona habitacional A proposta relativa ao...
- PUB -