19 Janeiro 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Desporto Polémica na estreia sadina a ganhar na 2.ª divisão distrital de futebol

Polémica na estreia sadina a ganhar na 2.ª divisão distrital de futebol

“Diversos factores a contribuir para a rápida e fácil subida de divisão (do Vitória)”, diz o clube da Baixa da Banheira

 

- PUB -

Depois de a equipa principal do Vitória Futebol Clube ter vencido na sexta-feira em Moura, por 3-1, em partida em atraso da primeira jornada da série H do Campeonato de Portugal, no domingo de manhã, no duelo que marcou a estreia dos sadinos na 2.ª divisão distrital da Associação de Futebol de Setúbal (AFS), os verde e brancos também conquistaram os três pontos, após o 2-0 aplicado ao União Desportiva e Cultural Banheirense.

No encontro realizado no Estádio do Bonfim, Rodrigo Cunha, aos 16 minutos, e Ruben Nicola, aos 38, foram os autores dos golos, que deram o primeiro êxito aos comandados de Paulo Martins. O jogo ficou marcado pelas críticas dos dirigentes do União Banheirense à forma como, em sua opinião, a equipa de arbitragem do Núcleo de Setúbal prejudicou o emblema da Baixa da Banheira.

“O departamento de futebol do União D.C. Banheirense vem por este meio parabenizar o Vitória FC pela sua vitória no jogo, assim como a provável subida à 1.ª divisão distrital. Não pondo em causa a qualidade individual do seu plantel, existem diversos factores a contribuir para a sua rápida e fácil subida de divisão”, escreveram os responsáveis do conjunto que viajou desde o concelho da Moita no Facebook.

- PUB -

E continuam: “um árbitro do núcleo de Setúbal (deduzimos que todos os árbitros de outros núcleos não tenham competência para dirigir um jogo desta dimensão); não terem sido assinalados dois penaltis por coincidência contra o Vitória; ou ainda a não expulsão de um jogador por coincidência do Vitória pelas várias agressões aos nossos atletas, culminando com uma entrada bárbara ao nosso guarda-redes (Alexandre Viola), que fracturou o nariz estando a aguardar uma consulta para definir a necessidade de operação”, referem, questionando se “estas incidências são aceitáveis por duas pizzas entregues no balneário dos árbitros, como se viu”.

Todos os nomes do plantel vitoriano

À margem da polémica, o Vitória FC deu a conhecer todos os nomes que compõem o grupo de trabalho que defende as cores sadinas na 2.ª divisão distrital da AFS. A equipa técnica é liderada por Paulo Martins. O treinador principal, de 43 anos, que teve antes passagens pelo U. Montemos, Alcacerense e Águas de Moura, tem como adjuntos André Vilanova, Pedro Messias e Jorge Batista (técnico de guarda-redes).

- PUB -

No plantel, que tem Henrique Coelho como director, figuram os nomes dos seguintes jogadores: Alexandre Serafim, Alisson Silva e Miguel Martins (guarda-redes); João Bombaça, Simão Fernandes, Joel Moreira, Diogo Gaspar, Diogo Quita, Gonçalo Madeira, João Espada, João Gil e Rodrigo Cunha (defesas); Daniel Tanganho, André Silva, Hélder Martins, António Pereira, Rafael Cabrita e Yoann Gonçalves (médios); Eric Prazeres, Alexandre Dâmaso, Gonçalo Serrano, Henrique Gino, Márcio Delgado, Rodrigo Almeida e Rúben Nicolau (avançados).

Jogo de andebol entre Vitória e Sporting é reatado hoje

O duelo entre o Vitória FC/ Restaurante O Novo 10 e o Sporting, a contar para a 10.ª jornada do Campeonato da 1.ª divisão de andebol, foi reagendado para hoje, a partir das 20 horas, no pavilhão Antoine Velge. Ambas as equipas voltam a estar juntos no recinto depois de na manhã do passado sábado terem actuado apenas durante quatro minutos, altura em que a equipa de arbitragem decidiu suspender o encontro devido ao piso escorregadio.

Com o marcador ainda sem golos, quando o cronómetro assinalava quatro minutos, a dupla de arbitragem encarregue de apitar a partida tomou essa decisão ao verificar que o piso do pavilhão do conjunto setubalense estava escorregadio, devido à elevada humidade que se verificava, facto que poderia colocar em perigo a integridade física dos intervenientes na partida.

O Vitória, actual sexto classificado da competição com 18 pontos, defronta a equipa leonina moralizado pelo triunfo (27-28) obtido na ronda anterior (quarta-feira passada) no reduto do SC Horta. Os lisboetas, que seguem na terceira posição em igualdade pontual com o FC Porto, ambos com 27 pontos, também ganharam (36-22 à Sanjoanense) antes do jogo que realizam agora em Setúbal.

Menos de 24 horas depois de o piso do pavilhão Antoine Velge ter sido considerado perigoso para a prática de andebol, o recinto, já sem os elevados níveis de humidade do dia anterior, pôde receber no domingo de manhã a partida da 4.ª jornada do Campeonato Distrital de seniores masculinos. No encontro diante do Amondim/ADN, o conjunto setubalense venceu por categóricos 10-2.

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Secundária Sebastião da Gama suspende aulas presenciais para alunos mais velhos até dia 26

Sete funcionários da escola em isolamento profiláctico obriga a alunos dos 11.º, 12.º e ensino nocturno a terem aulas em casa   Os alunos dos 11.º...

Apreendidos mais de 330 quilos de pescado em Sesimbra. Valor ultrapassa 4600 euros

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR, por intermédio do Subdestacamento de Setúbal, apreendeu ontem mais de 300 quilos de pescado, em Sesimbra, numa...

Dois doentes com Covid transferidos do S. Bernardo para o Hospital das Forças Armadas

Polo de Lisboa da unidade hospitalar militar recebeu ontem 10 doentes infectados. Dois chegaram do hospital de Setúbal   O Hospital São Bernardo, em Setúbal, transferiu...
- PUB -