6 Março 2021, Sábado
- PUB -
Início Desporto Líder Vitória cede empate (2-2) no Bonfim com o Louletano

Líder Vitória cede empate (2-2) no Bonfim com o Louletano

O Vitória Futebol Clube empatou hoje de manhã, 2-2, na recepção ao Louletano, em partida da 10.ª jornada da série H do Campeonato de Portugal. Numa partida em que Zequinha e Bruno Ventura, aos 32 e 64 minutos, respectivamente, fizeram os golos sadinos, a equipa pode agradecer ao guarda-redes João Valido o ponto conquistado, uma vez que duas defesas notáveis, aos 90+3 minutos, impediram os algarvios de marcar.

- PUB -

Apesar da entrada forte dos setubalenses no encontro – Zequinha (logo aos 20 segundos) e João Marques (aos dois minutos) puseram à prova a atenção do guardião Tiago Maia -, o Louletanto foi mais eficaz e colocou-se em vantagem aos 22 minutos por Abou Touré. O senegalês, após canto na esquerda, rematou de forma acrobática para o 1-0 dos forasteiros.

A reacção do Vitória surgiu aos 32 minutos, altura em que um cruzamento do lado direito de Diogo Martins (que tinha substituído o lesionado Mano cinco minutos antes) foi finalizado com um remate de cabeça fulminante de Zequinha (melhor marcador da equipa com oito golos em nove jornadas), que não deu hipóteses de defesa ao guarda-redes contrário.

No segundo tempo, aos 46 minutos, os sadinos foram surpreendidos por um lance rápido de ataque. Abou Touré fugiu na direita e cruzou para o interior da área onde surgiu, livre de marcação, Érico Castro a cabecear para o 1-2 dos algarvios.

- PUB -

Aos 64, o Vitória chegou novamente ao empate (2-2). Um livre directo de Bruno Ventura a mais de 30 metros da baliza traiu o guardião do Louletano, que entrou com a bola no interior da baliza depois de a ter defendido. O árbitro assistente não hesitou e assinalou o 2-2 ‘oferecido’ pelo guarda-redes Tiago Maia.

Até ao final, ambas as equipas dispuseram de boas oportunidades para desfazer a igualdade, mas tal não aconteceu. Além do desacerto dos atacantes, a inspiração de João Valido, guarda-redes do Vitória, foi decisivo para segurar o 2-2, após remates que evitaram Érico Castro e Bruno Silva de marcar aos 90+3 minutos.

Refira-se que os comandados de Alexandre Santana terminaram o jogo em inferioridade numérica devido à expulsão de Mendy (o avançado entrou aos 62 minutos, foi advertido aos 63 e 84 minutos, acabando por lhe ser exibido o cartão vermelho).

- PUB -

A igualdade registada no Estádio do Bonfim permite ao conjunto setubalense continuar na frente da classificação, com 23 pontos, mais nove que o Louletano (menos um jogo) e o Amora (menos dois).

Ricardo Lopes
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Bombeiros em “guerra de tronos” ameaçam direcção com paralisação de serviços

Direcção já acertou tudo com antigo chefe dos bombeiros do Barreiro para assumir o cargo. Mas o corpo activo do Montijo quer Luís Silva   A...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...
- PUB -