Orçamento do Estado 2020 não contempla verbas para novo edifício do Hospital S. Bernardo

102
visualizações
Hospital de Setúbal

PAN lamenta chumbo de verbas para novo edifício do Hospital São Bernardo. A construção do novo edifício do Hospital São Bernardo tinha já sido aprovada em Resolução do Conselho de Ministros, mas volta ficar de fora do Orçamento de Estado

O PAN – Pessoas-Animais-Natureza – considera lamentável o chumbo da proposta de alteração do Orçamento do Estado para 2020, propunha a inclusão de verbas para a construção do novo Hospital São Bernardo.

- Pub -

Segundo avança o partido em comunicado, durante a votação realizada na terça-feira, na Assembleia da República, no âmbito da discussão do Orçamento do Estado para 2020, “a proposta para a atribuição de verbas necessárias à concretização do novo edifício do Hospital São Bernardo teve apenas os votos favoráveis do PAN, BE e PCP, o voto contra do PS e a abstenção do PSD, CDS, Chega e Iniciativa Liberal”.

Perante este desfecho, Cristina Rodrigues, deputada do PAN eleita pelo distrito de Setúbal, considerou que “infelizmente, os aumentos anunciados na saúde parecem ter alguma dificuldade em atravessar o Tejo e chegar a Setúbal”.

Para Cristina Rodrigues a situação nas urgências do São Bernardo é de tal modo “insustentável, tanto do ponto de vista dos utentes como dos profissionais de saúde”, que já não bastam “aprovações no papel, são necessários actos”, defende.

O PAN recorda ainda que a construção do novo edifício do Hospital São Bernardo tinha já sido aprovada em Resolução do Conselho de Ministros n.º 77/2019 e salienta que ainda não foram disponibilizadas as verbas necessárias para a concretização da referida obra.

Comentários

- Pub -