Covid-19: Autarquias e escolas do distrito garantem refeições a alunos

28
visualizações
A Escola Secundária de Palmela

Refeição assegurada a estudantes do escalão A nos concelhos de Setúbal, Moita, Sines, Almada, Palmela e Seixal

 

- Pub -

No seguimento da suspensão de actividades lectivas e não lectivas presenciais como medida de prevenção contra o vírus Covid-19, várias câmaras municipais do distrito de Setúbal, em concordância com os agrupamentos de escolas, vão assegurar o fornecimento de refeições aos alunos do escalão A da Acção Social Escolar. Para além disto, alguns estabelecimentos de ensino vão, ainda, garantir a refeição aos filhos de trabalhadores de serviços essenciais.

A partir desta semana, a Câmara Municipal de Setúbal vai fornecer o almoço aos alunos que possuam o escalão A e, ainda, aos filhos de profissionais de saúde, das forças de segurança e de protecção civil que tenham de permanecer nos estabelecimentos de ensino. A requisição do mesmo deve ser efectuada até à hora de almoço da véspera do dia pretendido.

As refeições, confeccionadas na cozinha da Escola Básica Luísa Todi, vão ser transportadas em couvetes para, entre outras, a Escola Básica Barbosa du Bocage, a Escola Básica e Secundária Lima de Freitas e a Escola Básica 2,3 Luísa Todi.

Também a Câmara Municipal de Almada, em conjunto com as escolas do concelho, vai garantir de forma gratuita as refeições aos estudantes do escalão A. Desta forma, serão fornecidos o almoço e dois lanches. A entrega da refeição principal vai funcionar em regime de take-away, entregue em boxes individuais e descartáveis, com horário desfasado, de forma a não existir uma grande concentração de alunos.
Os treze agrupamentos escolares do município de Almada têm, agora, treze estabelecimentos de ensino identificados para a distribuição das refeições.

Em regime take-away vão ser entregues também as refeições do Agrupamento de Escolas de Sines, em articulação com a Câmara Municipal de Sines. Este serviço, garantido até dia 27 de Março, vai estar disponível de segunda a sexta-feira no edifício centenário da antiga Escola Básica nº1 e na Escola Básica Vasco da Gama. De maneira a que os alunos tenham acesso à refeição, é necessária a marcação da mesma até às 12h00 do dia anterior.

No Seixal, os estabelecimentos de ensino vão continuar a fornecer refeições às crianças de jardins de infância e aos alunos do 1º ciclo do concelho que possuam o escalão A. As refeições, entregues na sede do agrupamento, vão também ser servidas em regime take-away, em descartáveis individuais para que possam ser consumidas em casa. Os pais ou encarregados de educação que pretendam levantar o almoço devem informar as escolas antecipadamente.

Em Palmela vão permanecer abertas a Escola Básica Zeca Afonso, a Escola Básica José Saramago, a Escola Básica Hermenegildo Capelo, a Escola Secundária de Palmela e a Escola Secundária de Pinhal Novo. A Câmara Municipal de Palmela vai, assim, garantir nestes estabelecimentos de ensino as refeições aos alunos carenciados.

Na Moita o fornecimento foi repartido por escolas em todo o concelho

A Câmara da Moita colocou esta medida em vigor. A entrega das refeições vai ser feita aos encarregados de educação, ou a pessoas por si indicadas, e a refeição vai ser disponibilizada entre as 12h30 e as 12h45, devidamente acondicionada para o transporte. Para garantir o almoço dos alunos, os encarregados de educação devem solicitar o mesmo com um dia de antecedência, identificando o responsável pela recolha.

Neste sentido, os estabelecimentos de ensino que vão estar abertos para o efeito são, entre outros, a Escola Básica nº2 de Alhos Vedros, a Escola Básica nº1 da Baixa da Banheira, a Escola Básica nº1 do Vale da Amoreira e a Escola Básica nº1 da Moita.

Comentários

- Pub -