Escolas Básicas do Samouco e do Monte Novo alvo de requalificação por 1,5 M€

15
visualizações

Intervenções incluem a ampliação das salas de aula e dos refeitórios e a construção de instalações sanitárias

 

- Pub -

Para conseguir dar “mais conforto e condições não só a quem ensina, mas também a quem aprende”, a Câmara Municipal de Alcochete aprovou, na reunião de 8 de Julho, “o projecto de execução e o procedimento de concurso público para a requalificação e ampliação da Escola Básica do 1.º Ciclo do Samouco e da Escola Básica do Monte Novo”, empreitadas que representam um investimento de um milhão e meio de euros, refere a autarquia em nota de imprensa.

Na Escola Básica do Samouco a intervenção abrange “a reabilitação do edifício, a construção de duas novas salas de aula, que permitirá existir uma capacidade máxima para 150 crianças” e a “requalificação da cantina escolar, para aumentar o número de lugares”.

A obra, que tem “uma estimativa de custo de 1 milhão e 92 mil euros e um prazo de execução de 8 meses”, inclui, ainda, a instalação de “novas instalações sanitárias, novos espaços de arrumação, biblioteca e sala de professores”. Vão ser, também, renovadas as “redes de electricidade, de abastecimento de água e de águas residuais”. “O espaço de recreio será requalificado e serão implementadas medidas de melhoria das acessibilidades como a inclusão de elevador e rebaixamento de pisos e rampas”, acrescenta a mesma nota.

Por sua vez a Escola Básica do Monte Novo vai iniciar a 2.ª fase de intervenções, depois te ter sido alvo, no passado ano, de um conjunto de melhorias no valor de 150 mil euros. Esta nova empreitada, que representa um “investimento de 410 mil e 997 euros e tem um prazo de execução de 6 meses”, tem como objectivo “a ampliação do topo noroeste do edifício, a requalificação da área de recreio e do polidesportivo, a criação de uma sala polivalente/refeitório com capacidade para 85 crianças, a construção de instalações sanitárias, de rampas de acesso e de uma cobertura de protecção desde a entrada da escola ao edifício”.

Comentários

- Pub -