Barreiro. Obras no antigo campo do Luso ficam concluídas até Setembro

613
visualizações

Novo mercado e superfície comercial serão inaugurados em simultâneo

 

- Pub -

A Câmara do Barreiro conta ver concluídas até final do mês de Setembro a maior parte das obras que estão a decorrer junto ao antigo campo do Luso, uma das zonas mais centrais da cidade, isto apesar dos contratempos gerados pelo combate à pandemia Covid-19. “No final do Verão poderemos ter a rua pronta a funcionar, bem como a unidade comercial prevista para o local”, revelou o vereador do Planeamento, Rui Braga, em declarações a O SETUBALENSE. “Estamos satisfeitos com esta obra, até porque as coisas estão a andar a olhos vistos e apesar de ainda faltar uma parte muito importante, estamos confiantes”, acrescentou.

O vereador classifica a intervenção de “muito delicada” e considera “que está a correr bem, porque estamos a fazer uma nova rua à superfície, que é muito importante, e ao mesmo tempo estamos a mudar as infraestruturas de subsolo (águas e saneamento), isto numa área onde passa a principal conduta de abastecimento ao Barreiro, o que tem obrigado a que tenhamos todos os cuidados”, frisou.

De acordo com o contrato previsto para aquela operação urbanística, que surgiu na sequência da aquisição dos terrenos por uma entidade privada, que ali vai instalar uma nova loja da marca LIDL, a autarquia aproveitou para avançar com o projecto do novo mercado municipal 25 de abril, numa contrapartida com o investidor, que em troca do pagamento das taxas de construção compromete-se a executar “benfeitorias” como aquele equipamento, uma nova rotunda com os respectivos acessos e a renovação do campo do Santoantoniense, com um relvado sintético, sistema de rega e balneários novos.

“Tanto o novo mercado como a própria superfície comercial vão abrir em simultâneo, com a obra realizada pelo privado a rondar os 7 milhões de euros”, adiantou Rui Braga. Já as obras a cargo da autarquia barreirense vão custar cerca de 1,5 milhão de euros. Recorde-se que no final de 2019, o autarca já tinha chamado a atenção para “as diversas carências funcionais existentes” no mercado situado no lado oposto da Rua Miguel Bombarda, e que “a câmara municipal acredita que esta obra, superfície comercial e mercado, irá impulsionar o surgimento de novas actividades económicas” naquela zona, isto antes do surgimento do novo coronavírus.

“Vamos recomeçar em grande força”

No que diz respeito a outras obras que estavam prestes a arrancar no concelho, o vereador garante que “vamos recomeçar em grande força na estrada municipal 510, que estará concluída ainda durante o mês de Maio, já que a obra não parou e nesta época pós-pandemia, vamos dar continuidade ao corredor ambiental” e “à rotunda da escola Álvaro Velho”, entre outras obras que ainda “vão entrar em funcionamento na segunda quinzena deste mês”, destacou.

O responsável afirma que ainda tem a “expectativa deste mês iniciar as obras na rotunda do Ferro Velho” e informou que levará à próxima sessão camarária, a aprovação da empreitada da intervenção na Recosta, na rotunda frente ao terminal fluvial, com a substituição da ponte pedonal, bem como as intervenções na Escola EB1 nº3 e a esquadra da PSP”, no Barreiro Antigo.

Comentários

- Pub -