28 Fevereiro 2021, Domingo
- PUB -
Início Local Barreiro Trabalhos para salvaguardar os “valores naturais” já este ano

Trabalhos para salvaguardar os “valores naturais” já este ano

Município quer renovar casas de apoio com escuteiros no antigo Parque Aventura

 

- PUB -

Bruno Vitorino, vereador da Câmara do Barreiro responsável pela divisão de Sustentabilidade Ambiental e Eficiência Energética, acredita que este ano será possível “recuperar algum do edificado” existente na Mata da Machada, como a Casa do Guarda florestal, para “proporcionar aos fins-de-semana actividades de educação” dirigidas a toda a família, que possibilitem a pernoita naquela área verde do concelho.

“Estamos também, em conjunto com os agrupamentos de escuteiros, a delimitar e a recuperar uma zona que servirá para os seus acampamentos e actividades no antigo Parque Aventura”, afirma, através da renovação das casas de apoio ali situadas. O autarca adianta que “apesar de estamos há quase um ano com grandes constrangimentos devido à Covid-19, nunca deixámos de trabalhar no melhoramento da Mata da Machada, dando seguimento ao que consta no Plano de Acção”, realça, lembrando que aquele documento é uma ferramenta “que permite compatibilizar diferentes interesses existentes” naquele espaço natural do município.

Recorde-se que a criação do referido plano para a Reserva Natural Local do Sapal do Rio Coina e da Mata da Machada, que corresponde a 20% do território, surgiu da “vontade de melhorar, preservar e criar condições para que os valores naturais sejam salvaguardados”, com a promoção de todas as condições para os milhares de visitantes que, habitualmente, se deslocam àquela área.

- PUB -

O vereador adianta que está ainda prevista “a requalificação do parque de estacionamento, permitindo um ordenamento deste espaço”, para dar maior comodidade e conforto à população. Projectos que, na sua perspectiva, permitirão tornar a Mata da Machada num local “mais atractivo e funcional”, mantendo o equilíbrio entre a biodiversidade existente e a sua utilização por todos os que procuram aquele ponto natural do concelho.

Novas valências suprimem lacunas existentes

De acordo com o Plano de Acção apresentado, a recuperação do edificado e das estruturas já existentes “é fundamental para desenvolver novas valências e permitir suprimir algumas lacunas”, tais como a inexistência de uma zona de acantonamento destinada a escuteiros, casas-de-banho de acesso público, além de outras infraestruturas de saneamento.
A intervenção passa ainda pela recuperação e revitalização dos antigos viveiros, pelo apoio à apicultura e à produção de alimentos locais.

Até ao final deste ano, para combater o estado de degradação daqueles edifícios, a autarquia barreirense tem como meta a realização de estudos prévios, a nível arquitectónico e de especialidades, para avançar com este projecto e com as obras previstas.

- PUB -

Relativamente às estruturas de visitação, também os caminhos e trilhos ali existentes serão reforçados até ao final do primeiro trimestre de 2022, para permitir “uma utilização não motorizada mais rica, por áreas hoje inacessíveis”, sendo associadas a um observatório de aves no sapal do Coina, que possibilitarão a realização de um longo percurso na área da ribeira do Vale de Zebro.

- PUB -

Mais populares

Morto a tiro em festa na encosta da Bela Vista

Um homem com cerca de 30 anos morreu este domingo baleado com dois tiros numa festa ilegal que decorria na encosta da Bela Vista,...

Várzea veio colmatar necessidade de antecipar o fecho da estação na 5 de Outubro

TST explica que antiga estação apresentava alguns problemas, inclusive ao nível da logística nos serviços   A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) inaugurou há cerca...

Dores Meira acusa PS de falsear realidade sobre estacionamento pago na cidade

Dores Meira não poupa criticas às razões que o PS tem alegado. E aponta-lhe os casos de Lisboa e Almada   O estacionamento pago na cidade...
- PUB -