Construção da Unidade de Saúde Familiar da Baixa da Banheira avança no terreno

31
visualizações

Novo equipamento vai servir mais de 30 mil utentes

 

- Pub -

A construção da nova Unidade de Saúde Familiar da Baixa da Banheira continua a avançar no terreno, tendo como objectivo final “promover a integração social e combater a pobreza e qualquer discriminação”, junto das populações daquela região do concelho da Moita.

Com um custo superior a dois milhões e 286 mil euros, o novo edifício está a nascer junto à Rotunda 25 de Abril e deverá estar concluído durante o próximo ano, num equipamento que vai servir “uma população de cerca de 30 mil e 400 utentes”.

Recorde-se que o município da Moita cedeu gratuitamente, em regime de direito de superfície, o lote de terreno onde está a ser erguido o futuro equipamento de saúde. “Embora a responsabilidade da construção seja exclusivamente do Ministério da Saúde, a Câmara Municipal assumiu os encargos com elaboração dos projectos das especialidades”, para além da coordenação da fiscalização técnica da empreitada, os encargos com os arruamentos, arranjos exteriores, estacionamento, infra-estruturas e respectivas ligações de água, esgotos, electricidade e telefone, no montante global de 335 mil euros, para além do valor do próprio terreno.

Aquela que é “uma reivindicação antiga” da população e dos eleitos locais, é financiada ao abrigo do contrato-programa celebrado com a Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, tendo resultado de uma candidatura ao Programa Operacional da Região de Lisboa – FEDER.

Comentários

- Pub -