Junta subsidia movimento associativo e instituições de solidariedade social

6
visualizações

Apoio extraordinário de 17 450,00 euros ajuda instituições da freguesia em dificuldades

A União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira decidiu atribuir em reunião do executivo realizada na passada segunda-feira, apoios ao Movimento Associativo e Instituições Particulares de Solidariedade Social de ambas as localidades, no valor global de 17450 euros, em virtude da pandemia Covid-19, que obrigou ao seu encerramento e a “uma grande quebra nas receitas, muitas delas com trabalhadores porque prestam serviços na área da cultura.

- Pub -

O executivo lembra que as IPSS “estiveram sempre no terreno, combatendo a pandemia social, muitas vezes com muito pouco apoio e com muitas tarefas”, tendo todo o funcionamento destas instituições sido alterado. “A normalidade poderá não acontecer tão cedo e, se a situação já não era desafogada, com o agravar das condições de vida das pessoas, estas instituições serão chamadas mais uma vez a contribuir no terreno, com as suas características de proximidade”, desta a Junta liderada por Nuno Cavaco.
Recorde-se que aquela autarquia decidiu atribuir este apoio extraordinário, após uma análise à situação financeira da Junta e depois da Comissão de Festas da Baixa da Banheira ter sugerido utilizar parte da verba destinada às festividades no combate à Covid-19. Acrescente-se que os apoios vão beneficiar os Centros de Reformados e Idosos da Baixa da Banheira e do Vale da Amoreira, um conjunto de seis associações e 11 colectividades, para além do Grupo Coral “O Sobreiro” e a Escola do Jogo do Pau, sedeada no concelho da Moita.

Comentários

- Pub -