Protocolo entre Câmara Municipal e CFOS promove formação de professores do concelho

15
visualizações
Biblioteca Municipal de Palmela

Parceria pretende proporcionar aos docentes mais ferramentas pedagógicas nas diversas áreas de ensino

 

- Pub -

Com o objectivo de proporcionar aos professores do concelho “acções de formação, de sensibilização e de capacitação em diversas áreas, que permitam a inovação ao nível das ferramentas pedagógicas e o encontro de soluções para os problemas de desenvolvimento e aprendizagem dos alunos”, a Câmara Municipal de Palmela estabeleceu um protocolo de cooperação por dois anos, renovando-se automaticamente por períodos iguais, com o Centro de Formação Ordem de Santiago (CFOS), sedeado no Agrupamento de Escolas Lima de Freitas, em Setúbal, revela o município em nota de imprensa.

A decisão, aprovada por unanimidade em reunião pública, prevê que a autarquia “acompanhe as diferentes acções de formação (definidas por ano lectivo e de acordo com as suas necessidades, em articulação com o CFOS), assegure o pagamento das/os formadores das acções propostas e comparticipe as despesas com o processo de acreditação e certificação, mediante a atribuição do valor máximo de 1 500 euros por ano lectivo”. Por parte do CFOS, fica assegurado que, nesta parceria, “para além de colaborar na definição de estratégias e objectivos das acções de formação, vai também organizar o processo das inscrições e selecção das/os formandas/os e assegurar a emissão de certificados de participação, entre outros procedimentos”.

Cadernos de actividades oferecidos a alunos

Para além de investir na formação dos professores, a Câmara Municipal de Palmela vai, também, no próximo ano lectivo, oferecer cadernos de actividades aos 2 181 alunos do 1.º ciclo do concelho, no valor total de mais de 82 mil e 714 euros, dando “continuidade à medida de discriminação positiva e reforço do princípio da gratuitidade da escolaridade obrigatória aplicada desde 2018/2019”.

“No âmbito da gestão partilhada, o Agrupamento de Escolas José Saramago (Poceirão) e o Agrupamento de Escolas de Palmela vão assegurar a aquisição e distribuição dos respectivos cadernos de actividades, cabendo ao município a transferência do apoio financeiro, no montante total de 43 mil e 80 euros, abrangendo 1 170 crianças. O Agrupamento de Escolas de Palmela vai receber 34 mil e 164 euros, correspondendo a 920 alunos, e o Agrupamento de Escolas José Saramago receberá 8 mil e 915 euros, referentes a 250 estudantes. Quanto ao Agrupamento de Escolas José Maria dos Santos (Pinhal Novo), a autarquia assegura a aquisição e distribuição dos cadernos, num investimento directo de 39 mil e 634 euros, contemplando 1 011 alunos”, lê-se em comunicado.

Comentários

- Pub -