19 Janeiro 2021, Terça-feira
- PUB -
Início Local Palmela Palmela com mais empresas no ranking e Setúbal lidera nas 50 primeiras...

Palmela com mais empresas no ranking e Setúbal lidera nas 50 primeiras do distrito

Os concelhos do distrito mostram posicionamentos diferentes conforme a leitura do ranking pelo volume de negócios. Palmela, Setúbal e Seixal trocam lugares

Com 88 empresas inscritas no ranking das 500 Maiores que operam no distrito de Setúbal, dados referentes a 2019, o concelho de Palmela lidera em número de unidades produtivas instaladas, nos vários sectores económicos, sendo secundado pelo território de Setúbal com 81 empresas.

- PUB -

Contudo, numa análise estratificada sobre 10% do total do ranking, na ordem relativa ao indicador volume de negócios publicado pela Iberinform Internacional – Sucursal em Portugal, a liderança passa para o concelho de Setúbal, com 14 empresas, contra as 12 que laboram em Palmela.

Na mesma ordem de posicionamento relativo às primeiras 50 empresas, o terceiro concelho – depois de Setúbal e Palmela -, é o de Sines com 7 empresas, seguido do Montijo com 6 empresas, Seixal com 5 unidades, Almada com 4 e, por último, Alcochete com 2 empresas. Sem referência neste acamamento estão Alcácer do Sal, Barreiro, Grândola, Moita, Santiago do Cacém e Sesimbra.

No entanto, tendo em conta a análise sobre o todo da listagem das 500 Maiores, a seguir aos concelhos de Palmela e Setúbal, que mantém sempre a liderança, a ordem altera e o terceiro lugar passa a ser ocupado pelo município do Seixal com 77 empresas, seguido de Almada com 57, Montijo com 53 empresas, Sines que inscreve 34, Alcochete com 33 unidades, Santiago do Cacém que regista 26, o concelho da Moita com 23, Barreiro que lista 21, Sesimbra 18, Grândola com 9 e, por último, Alcácer do Sal com 7 empresas.

- PUB -

Tendo em conta o ordenamento do ranking, e sempre contabilizando a empresa melhor posicionada, cabe ao concelho de Palmela a primeira posição através da fábrica Volkswagen Autoeuropa, que acumulou um volume de negócios de 3 737 089 643 de euros, com uma variação positiva, comparativamente a 2018, de 15,08%. Unidade empresarial que surge também na 35 posição com a Volkswagen Group Servisse, Unipessoal.

O concelho de Setúbal surge em segundo lugar com a The Navigator Company que apresenta um balanço, no mesmo indicador, de 2 422 451 231 de euros, sendo a variação negativa calculada em 4,69% relativamente ao ano transacto. A estrutura empresarial Navigator instalada no concelho sadino ocupa ainda as posições 5 com a Navigator Paper Setúbal, a 11 com a Navigator Pulp Setúbal, a 22 com a Navigator Brands e ainda a 32 com a Navigator Forest Portugal, em que apenas esta última, no mesmo período homólogo, inscreve uma variação de volume de negócios positiva.

O terceiro concelho posicionado no ranking global do distrito é Sines com a Repsol Polímeros, Unipessoal, que apresenta um volume de negócios de 645 316 772 de euros e uma variação positiva de 25,93%. Segue-se-lhe o município de Alcochete através da empresa Midsid – Sociedade Portuguesa de Distribuição que registou 602 192 902 de euros com uma variação de mais 18,66%.

- PUB -

Em sexto lugar, no mesmo ranking, está o Seixal com a SN Seixal – Siderurgia Nacional, que mostra um volume de negócios de 448 901 222 de euros e uma variação negativa de 12,98%. Na posição nove vem o Montijo com a empresa Aldi Portugal – Supermercados que somou o ano passado 294 392 014 de euros e um crescimento de negócios de 13,77%.

Almada surge no lugar 17 com o Hospital Garcia de Orta a ser a maior unidade activa em volume de negócios: 151 914 554 de euros, o que significa mais 9,28%, apesar de registar resultados líquidos negativos, tanto em 2019 como em 2018.

Num salto para a posição 59 da listagem da Iberinform, vem o concelho do Barreiro com a ATM – Assistência Total Em Manutenção, empresa que regista em volume de negócios 31 161 939 de euros, mas com uma variação negativa, referente a 2018, de 7,87%.

Santiago do Cacém está registado no 72.º lugar com a sua melhor empresa do ranking, a ASLA – Agrupamento de Suinicultores do Litoral Alentejano, a apresentar 25 047 816 de euros com uma operação positiva de 41,28%. Por sua vez o concelho da Moita inscreve a AMARSUL – Valorização e Tratamento de Resíduos Sólidos na posição 95, com uma ordem de negócio de 17 527 495 de euros e a variação no verde de 3,25%.

Também no verde está a Troiaresort – Investimentos Turísticos, em Grândola, na posição 162, ao apresentar 11 385 731 de euros em volume de negócios e uma variação comparada ao ano transacto de 63,60%. Já o lugar 186 é ocupado pelo concelho de Alcácer do Sal, onde tem sede a Interalcacer – Supermercados, que no ranking inscreve, no mesmo índice, 9 264 375 de euros e um crescimento de 7,46%.

Por último, na ordem do ranking das 500 Maiores empresas do distrito, e tendo apenas em conta a empresa melhor posicionada por concelho, vem o município de Sesimbra, no 192.º posto, com a Veríssimo & Campos – Mediação Imobiliária, a registar um encaixe global bruto de 8 983 269 de euros com uma variação de 40,83%.

- PUB -

Mais populares

Secundária Sebastião da Gama suspende aulas presenciais para alunos mais velhos até dia 26

Sete funcionários da escola em isolamento profiláctico obriga a alunos dos 11.º, 12.º e ensino nocturno a terem aulas em casa   Os alunos dos 11.º...

Apreendidos mais de 330 quilos de pescado em Sesimbra. Valor ultrapassa 4600 euros

A Unidade de Controlo Costeiro da GNR, por intermédio do Subdestacamento de Setúbal, apreendeu ontem mais de 300 quilos de pescado, em Sesimbra, numa...

Dois doentes com Covid transferidos do S. Bernardo para o Hospital das Forças Armadas

Polo de Lisboa da unidade hospitalar militar recebeu ontem 10 doentes infectados. Dois chegaram do hospital de Setúbal   O Hospital São Bernardo, em Setúbal, transferiu...
- PUB -