Covid-19: Três casos confirmados em Santiago do Cacém

67
visualizações
Álvaro Beijinha, Presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém

Entidades locais ajudam Hospital do Litoral Alentejano e autarca Álvaro Beijinha apela a que as pessoas se isolem e mantenham a calma

 

- Pub -

 

Estão confirmados os primeiros três casos por Covid-19 no município de Santiago do Cacém, revelou hoje o presidente da Câmara Municipal de Santiago do Cacém (CMSC).

Álvaro Beijinha, esclareceu, em comunicado, que os três casos, confirmados, “encontram-se em total isolamento profiláctico e estão estáveis”, de acordo com as “informações da Autoridade Local de Saúde”.

O presidente da CMSC pediu “respeito escrupuloso do período de isolamento social” e apelou a que todos os munícipes tenham calma e ajudem nesta árdua tarefa de combate ao novo coronavírus. “Só depende de cada um de nós o sucesso neste combate desigual”, afirmou.

O comunicado foi emitido em prol do “princípio de transparência e direito de informação à população” e contou com uma palavra de reconhecimento e agradecimento a todos os profissionais de saúde que estão na linha da frente desta guerra, bem como pessoas da segurança e das actividades económicas.

“Pela sua saúde e a de todos nós fique em casa”, lê-se.

O concelho de Santiago do Cacém é extenso e o Hospital do Litoral Alentejano (HLA) é o principal responsável por receber pacientes atingidos pela pandemia. Nas redes sociais são muitos os alertas para a falta de material no HLA.

Entidades locais têm oferecido algumas coisas para ajudar. É exemplo a destilaria de gin Black Pig, que produziu e ofereceu álcool para servir de desinfectante. “Estamos a re-destilar uma fórmula a 70 vol. para que possa ser utilizado para fins medicinais”, escreveu a marca em comunicado no Facebook, a 20 de Março. Segue-se a Prismatec, papelaria local, que ofereceu folhas de acetato para que possam ser utilizadas como viseiras. “As folhas de acetato foram entregues hoje no HLA. As viseiras encontram-se em construção,” publicou uma cidadã de Santiago do Cacém no dia 26 de Março no Facebook, com uma fotografia dos proprietários e de uma enfermeira, no HLA.

Também já está montada uma tenda de triagem ao Covid-19 junto ao Centro de Saúde de Santiago do Cacém.

O SETUBALENSE constatou, em Santiago do Cacém, que idosos continuam a sair à rua. Fonte próxima do HLA comentou que há no concelho infectados vindos de Lisboa.

Comentários

- Pub -