Covid-19: Santiago do Cacém regista 17 novos casos durante fim-de-semana

43
visualizações

Dezassete novas infeções de covid-19 foram registadas no concelho de Santiago do Cacém durante o fim-de-semana, o que aumentou o total de casos ativos para 40, disse hoje o presidente do município.

- Pub -

O presidente da Câmara de Santiago do Cacém, Álvaro Beijinha, indicou à agência Lusa que os novos casos foram detetados entre os cerca de 450 testes feitos na sexta-feira e cujos resultados foram conhecidos durante o fim de semana.

O autarca precisou que, dos 17 novos casos, 13 foram registados no sábado e hoje os outros quatro, referindo que faltam apenas ser conhecidos os resultados de quatro dos cerca de 450 testes.

Este surto do novo coronavírus SARS-CoV-2 em Santiago do Cacém está relacionado com um outro que teve origem em Sines, detetado em 27 de agosto, que motivou rastreios nos concelhos vizinhos de Alcácer do Sal, Santiago do Cacém e Grândola.

Designado pelas autoridades locais como “surto ‘Champions'”, este teve origem num grupo de pessoas com “grau de proximidade elevado” que se juntaram em Sines para assistir pela televisão à final da Liga dos Campeões de futebol e “ficaram contagiadas”, de acordo com a responsável da unidade local de saúde pública, Fernanda Santos.

Segundo o presidente do município, o total de casos ativos de covid-19 no concelho de Santiago do Cacém subiu para 40 e a maioria das pessoas infetadas está relacionada com este surto.

Os 17 novos casos, sublinhou, são de “pessoas assintomáticas, mas que tivemos contactos com pessoas que estavam infetadas ou estiveram num ginásio que também era frequentado por pessoas que testaram positivo para a covid-19”.

“A situação está relativamente controlada e não há motivos para alarme. O retrato está, mais ou menos, feito. Muitos dos casos são da mesma família e não há ninguém internado”, assinalou o autarca.

Álvaro Beijinha adiantou que os testes à covid-19 “vão continuar” no concelho de Santiago do Cacém, nomeadamente às pessoas que contactaram com os 17 novos infetados, prevendo a realização de mais 100 testes na segunda-feira.

Na sequência deste surto, o Agrupamento de Escolas de Santiago do Cacém decidiu cancelar a reabertura das aulas na segunda-feira para os alunos do primeiro ciclo.

Lusa

Comentários

- Pub -