Seixal reforça desinfecção do espaço público com método inovador no país

58
visualizações

Autarquia estava preparada. É a única em Portugal que tem equipamento de monda térmica com tecnologia desenvolvida por noruegueses, alemães e holandeses

A Câmara do Seixal está a usar a monda térmica, habitualmente utilizada para eliminar ervas só com água quente, para a desinfecção de superfícies no concelho depois de ter recebido informações técnicas da eficácia deste método único no País.

- Pub -

O vereador do Ambiente, Bem-Estar Animal, Serviços Urbanos e Protecção Civil, Joaquim Tavares, explicou à agência Lusa que o equipamento foi adquirido há um ano e meio para eliminar o uso do glifosato nos espaços do concelho, mas que agora a empresa enviou uma informação baseada em dados de investigadores, indicando que permite uma desinfecção de forma quase instantânea para o coronavírus.

“A empresa que desenvolveu esta monda térmica fez-nos chegar uma informação técnica da universidade que os acompanha a chamar a atenção de que poderíamos usar no combate ao coronavírus, eliminando o vírus, sendo apropriado para equipamentos de espaços públicos como bancos de jardim ou corrimões, por exemplo”, disse.

Este processo inovador consiste na utilização das viaturas de monda térmica com jactos de água a elevadas temperaturas, habitualmente utilizadas para eliminar ervas.

Joaquim Tavares adiantou que o concelho do Seixal é o único do País com este tipo de equipamento com tecnologia desenvolvida por noruegueses, alemães e holandeses, países que estão a usá-lo no combate ao coronavírus.

Trabalhadores protegidos

A autarquia, frisou o vereador, conta agora com outro processo diferente de desinfecção para todas as freguesias do concelho, no quadro do combate à Covid-19, além da aplicação de desinfectante na via pública, nomeadamente em equipamentos de recolha de resíduos sólidos urbanos, papeleiras, ecopontos e na envolvente de centros de saúde.

“Ampliámos a nossa capacidade de actuar, usando dois processos, e temos duas equipas na rua com estas viaturas de monda térmica além das outras três que usam o desinfectante”, frisou.

A autarquia garante que, nestas acções de desinfecção diárias, os trabalhadores municipais utilizam equipamento de protecção individual adequado, que inclui fato completo, calçado, luvas e máscaras.

No âmbito do combate à pandemia covid-19 e depois de accionado o Plano Municipal de Emergência, a autarquia encerrou, em 31 de Março, o passeio ribeirinho entre a Amora e o Seixal, todos os parques, jardins e jogos de recreio, para garantir o “afastamento social”, criou centros de acolhimento temporário para as “vítimas da Covid-19” e instalou um Centro de Acolhimento Temporário para pessoas sem-abrigo.

Foi também accionado um plano de apoio social para os idosos e pessoas em isolamento, com a entrega ao domicílio de refeições confeccionadas, medicamentos e outros bens de primeira necessidade, em parceria com as juntas de freguesia e as instituições sociais do concelho como forma de manter estas pessoas de maior fragilidade resguardadas nas suas casas.

Lusa

Comentários

- Pub -