Seixal aprova comparticipação de 250 mil euros para Lar em Fernão Ferro

27
visualizações

A Câmara do Seixal acabou de aprovar um pacote financeiro para várias instituições, num total de 390 mil euros

 

- Pub -

A Câmara Municipal do Seixal acabou de aprovar mais de 390 mil euros em comparticipações financeiras para apoiar o movimento associativo e instituições locais.
Neste pacote de verbas, a Associação de Reformados Pensionistas e Idosos de Fernão Ferro vai receber da parte da Câmara do Seixal “uma comparticipação de 250 mil euros”, que lhe vai permitir dar “continuidade à construção do equipamento integrado para pessoas idosas da freguesia”, refere a autarquia em comunicado.

O equipamento irá integrar 32 quartos com capacidade para 63 camas em estrutura residencial e prestará um serviço de apoio domiciliário a mais 40 utentes.

O custo global da obra “está estimado em 2 milhões e 200 mil euros e o equipamento está a ser construído num terreno de 4 950,80 metros quadrados atribuído pela Câmara”.
A decisão sobre esta verba foi tomada na mesmo reunião do executivo que aprovou ainda a comparticipação financeira “no valor de 35 232 euros para aquisição e manutenção de fotocopiadoras nas escolas do primeiro ciclo e jardins-de-infância da rede pública do município”.

Do mesmo modo foi aprovada a verba de “84 mil euros para o Seixal Clube 1925” de forma a garantir o apoio necessário para o cumprimento do protocolo para a gestão e utilização do Estádio Municipal do Bravo.

Também o Grupo 242 de Corroios da Associação de Escoteiros de Portugal foi contemplado com uma verba, neste caso para a manutenção da sede, no montante de “4 300 euros”. No mesmo pacote de verbas foi incluída a Sociedade Filarmónica União Seixalense que vai receber “17 437 euros, que contribuirão para o desenvolvimento dos seus projectos e programas”.

Na mesma reunião foi ainda aprovada a abertura do concurso público para a contratação da empreitada de reabilitação dos espaços exteriores da Quinta do Cabral, no valor de 303 824, 53 euros, a repartir entre 2020 e 2021.

“A autarquia tem vindo a apoiar várias entidades do concelho, tendo em conta que sabemos as dificuldades com que se debatem no âmbito da crise provocada pela Covid-19, e temos noção que sem este suporte municipal muito dificilmente as mesmas poderão continuar a desempenhar as suas funções em prol dos munícipes do concelho”, comentou o presidente da Câmara Municipal do Seixal, Joaquim Santos.

Comentários

- Pub -