30 Novembro 2020, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Seixal Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de segunda-feira...

Ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa suspensa a partir de segunda-feira para obras

A Transtejo informou hoje que a ligação fluvial entre o Seixal e Lisboa será suspensa a partir de segunda-feira, por 45 dias, devido a obras de melhoramento, mas será assegurado transporte rodoviário até ao terminal de Almada.

- PUB -

“A partir de segunda-feira, 26 de outubro, o transporte fluvial de passageiros do Seixal- Cais do Sodré- Seixal, é alterado por necessidade de intervenção marítima no Terminal Fluvial do Seixal”, no distrito de Setúbal, anunciou a empresa, em comunicado.

Segundo a nota, a obra abrange uma área total de 450 metros quadrados que “não é compatível com a operação fluvial, pelo que a empresa é forçada a suspender a atracação”, por um período estimado de 45 dias.

No entanto, frisou que a oferta de transporte de e para Lisboa continuará a ser garantida através de um “serviço especial de transporte em autocarro” entre o terminal do Seixal e o de Cacilhas, em Almada, no distrito de Setúbal.

- PUB -

Segundo a empresa, durante os dias úteis, este transporte rodoviário vai estar disponível das 06:00 às 23:30, com uma frequência de 20 a 20 minutos, enquanto aos sábados será operado entre as 07:00 e as 22:00 e aos domingos e feriados entre as 08:00 e as 22:00, ambos com uma frequência de 60 minutos.

Além disso, indicou, o título de transporte da ligação do Seixal passa a estar válido na ligação rodoviária e em todos os terminais fluviais da Transtejo (Almada e Montijo) e da Soflusa (Barreiro), no distrito de Setúbal.

“Esta alteração visa minimizar o impacto da obra no dia-a-dia dos cerca de 2.400 passageiros que, atualmente, usam diariamente a ligação fluvial Seixal – Cais do Sodré, a bordo dos catamarãs Transtejo e Soflusa”, referiu.

- PUB -

De acordo com a administração, trata-se de um investimento de 425 mil euros, que inclui a dragagem, colocação de novas estacas e a substituição do pontão de embarque e desembarque para “garantir a continuidade e melhoria de prestação do serviço público de transporte fluvial de passageiros”.

“A Transtejo Soflusa lamenta os inconvenientes causados por esta alteração de serviço e agradece a compreensão dos seus clientes”, mencionou.

A Transtejo assegura as ligações fluviais entre o Seixal, Montijo, Cacilhas e Trafaria/Porto Brandão, no distrito de Setúbal, e Lisboa, enquanto a Soflusa é responsável por ligar o Barreiro à capital.

Lusa

- PUB -

Mais populares

St. Peter’s: Investimento de 4,6 milhões abre a porta a mais de 200 alunos

Novo edifício projectado para Setembro de 2021 permitirá também ao colégio ter alunos em regime de internato Nas actuais instalações, na Volta da Pedra, Palmela,...

Investigador do Politécnico de Setúbal entre os mais citados em todo o mundo

O professor Vítor Pires é um dos 37 portugueses que integram a lista especial da Universidade de Stanford   Vítor Fernão Pires, docente da Escola Superior...

Denúncia de alegada fraude fiscal de Paulo Rodrigues seguiu para as Finanças

Em causa as comissões recebidas pelo agora presidente do Vitória quando era empresário.   O SETUBALENSE teve acesso à documentação remetida esta semana por um sócio...
- PUB -