Construção de percurso pedonal na Azoia em concurso público

7
visualizações

Intervenção em Sesimbra pretende acrescentar passeio com cerca de 2 quilómetros, num prazo de 240 dias

 

- Pub -

 

O município de Sesimbra tem a decorrer o concurso público para a construção de um percurso pedonal na Azoia, “ao longo da EM569”. A intervenção tem como objectivo “a execução de um percurso com cerca de 2,4 quilómetros ao longo da margem norte, entre a Rua da Caldeira, que dá acesso à Serra da Azoia, e a Rua do Morne, já próximo do Cabo Espichel”, refere a autarquia em comunicado.

A empreitada, que representa “um custo na ordem dos 355 mil euros”, tem “um prazo de execução de 240 dias, prevendo-se que se possam iniciar no segundo semestre deste ano”. Segundo revela o município, este local vai servir “as habitações e estabelecimentos comerciais existentes ao longo da via”.

Para além da construção de passeios, a obra “engloba a execução de pluviais para evitar a acumulação da chuva, o reforço de passadeiras, a requalificação das paragens de transportes públicos, a construção de cais para os contentores de lixo e a melhoria da sinalização viária”, lê-se na mesma nota.

A intervenção a acontecer na Azoia encontra-se inserida no “Plano de Acção de Mobilidade Sustentável (PAMUS), na freguesia do Castelo”, sendo a última a ser executada “uma vez que das restantes algumas estão no terreno e outras concluídas”. “A obra da Azoia ficou para o fim porque já estão criadas condições para que a mesma se realize, uma vez que foram concluídas as empreitadas de instalação de saneamento básico, pavimentações e reformulação da conduta de abastecimento de água”, revela a Câmara Municipal de Sesimbra.

Comentários

- Pub -