Covid-19: Setúbal testou 626 funcionários de lares em dois dias

34
visualizações

O rastreio decorreu nos dias 27 e 28 de Abril e abrangeu 41 instituições do concelho

- Pub -

 

Setúbal encerrou a primeira semana de testes a funcionários de lares “com 626 rastreios concretizados entre os dias 27 e 28 de Abril, em 41 instituições”, segundo revelou o vereador Carlos Rabaçal em entrevista a O SETUBALENSE.

O responsável pelo Serviço Municipal de Protecção Civil e Bombeiros assume “um resultado muito positivo”, num universo de 1068 trabalhadores identificados e tendo em conta que a Área Metropolitana de Lisboa (AML) havia colocado como meta inicial 250 testes por dia, em cada concelho.

Números que complementam o balanço inicial, publicado ontem pelo jornal O SETUBALENSE, no qual a Câmara Municipal de Setúbal confirmou a realização de 225 testes só no dia 27 de Abril.

Quanto à medida colocada em prática em todos os municípios da AML, no distrito de Setúbal está a ser concretizada “através de um trabalho desenvolvido pela máquina distrital da Protecção Civil, muito bem conduzida pelo actual comandante, Elísio Oliveira”, destaca Carlos Rabaçal, “como o objectivo de apoiar a Saúde”.

Um trabalho de equipa que, desde o dia 27 de Abril, já permitiu ao Agrupamento de Centro de Saúde da Arrábida, acompanha os concelhos de Setúbal, Palmela e Sesimbra, realizar mais 700 testes a funcionários de lares. “No fim esperamos que todos os profissionais de lares sejam testados”, refere o vereador.

Quanto a testes aos utentes para rastreio da Covid-19, Carlos Rabaçal ainda não tem datas previstas, “mas tudo dependerá de quando terminarem os testes a todos os profissionais”.

No Barreiro os testes a profissionais de lares de idosos e Residências Seniores das Instituições Particulares de Solidariedade Social começam esta semana. “Entre quarta ou quinta-feira, em cerca de oito lares, que incluem dezenas de funcionários”, confirmou Frederico Rosa, presidente da Câmara Municipal do Barreiro, a O SETUBALENSE.

No Montijo os testes também vão iniciar esta semana e serão realizados a cerca de 600 trabalhadores de lares.

Esta sexta-feira a Área Metropolitana de Lisboa reune com o secretário de Estado da Saúde, António Sales, para avaliar os primeiros resultados desta medida que tem vindo a e articuladas com os municípios, através dos serviços de protecção civil e agrupamentos de centros de saúde.

Comentários

- Pub -