Setúbal reforça higienização dos espaços públicos em período de desconfinamento

39
visualizações

Alguns espaços comercias já reabriram e hoje é a vez dos restaurantes. A desinfecção continua a percorrer a cidade

 

- Pub -

Tendo em conta os restaurantes que vão reabrir hoje em Setúbal, em redor dos mesmos os serviços da Câmara de Setúbal procederam à limpeza de palmeiras e corte de ervas, tendo sido o mesmo feito junto de espaços comerciais. Uma operação enquadrada nos trabalhos sazonais de deservagem.

Entretanto, no seguimento da actividade diária de higienização do espaço público, as brigadas especiais de limpeza da autarquia desinfectaram a Escola dos Arcos, no Montalvão, onde funciona o centro de testes à infecção pelo novo coronavírus em complemento aos serviços do Centro Hospitalar de Setúbal.

Ainda na sexta-feira, as equipas da Higiene Urbana e do Espaços Verdes da autarquia estiveram na Avenida Luísa Todi, com a lavagem e desinfecção dos bancos e das papeleiras da placa central. A limpeza foi realizada a partir de nascente da Avenida até junto do Mercado do Livramento, locais com alguma frequência da população, posteriormente os trabalhos seguiram no sentido poente.

“A Câmara Municipal de Setúbal continua activa no reforço da limpeza e desinfecção do espaço público, com uma operação de larga escala em todo o concelho, com especial enfoque nas áreas de maior contacto humano e concentração populacional”, afirma em comunicado dos Paços do Concelho.

Os trabalhos são desenvolvidos “freguesia a freguesia, bairro a bairro, rua a rua, em especial em locais com maior fluxo de circulação de pessoas, de forma a proporcionar maiores condições de protecção à pandemia de Covid-19”.

As equipas continuam a executar a limpeza com máquinas de jacto e pressão e recurso a água e hipoclorito de sódio na limpeza do mobiliário urbano, e “devidamente equipadas” com máscaras e outros equipamentos de protecção individual.

A campanha de higienização “intensa do concelho”, com acções a incidir em contentores, paragens de autocarro, sinalização rodoviária, mobiliário urbano e pavimentos, “decorre em permanência” e insere-se na “operação de larga escala desencadeada pelo município no âmbito do plano de contingência criado para lidar, no concelho, com a actual crise de saúde pública”, refere o mesmo comunicado.

Comentários

- Pub -