Xepa regressa ordeiro e a cumprir regras contra propagação do maldito vírus

42
visualizações

Executivo de S. Sebastião diz que estava preocupado com a sobrevivência dos comerciantes. Mercado tem e cumprir regras

 

- Pub -

De forma “muito ordeira e cumprindo as regras estabelecidas pelas autoridades no contexto da pandemia Covid-19”. É assim que o executivo da Junta de Freguesia de S. Sebastião comenta a reabertura do Mercado da Confeiteira, mais conhecido como Xepa.
Fechado a 16 de Março por força das medidas para travar o contágio pandémico, no passado sábado o mercado da Xepa reabriu, cumprindo a determinação do Governo que autorizou o reinício desta actividade, entre outras, e teve uma “boa afluência de comerciantes e visitantes”, diz o executivo de Nuno Costa.

Refere o presidente que os eleitos da Junta de Freguesia mantiveram um diálogo “com as autoridades de saúde, a Protecção Civil e o município, no sentido de lhes transmitir a importância da atividade daquele mercado de levante para apoiar os feirantes da região que, com o encerramento do Mercado da Confeiteira, perderam boa parte do seu meio de subsistência e estão a enfrentar grandes dificuldades económico-financeiras”.

Após a decisão de reabertura por parte do Governo, “cumprimos o nosso compromisso para com os comerciantes e empenhámos imediatamente todos os esforços, em colaboração com o município, a Protecção Civil e as autoridades de saúde do concelho, para elaborar um plano de contingência e garantir os meios materiais e humanos indispensáveis para que o mercado funcione de forma segura, com todas as precauções fundamentais ao bem estar de visitantes, vendedores e funcionários”, afirma Nuno Costa.

Durante a manhã de reabertura do mercado, dois elementos do Serviço Municipal de Proteção Civil realizaram uma visita para averiguar se estavam a ser cumpridas as regras sanitárias e de segurança. “Embora tenham sido detectadas algumas pequenas transgressões, para as quais os comerciantes foram alertados, restabelecendo imediatamente a regularidade, a generalidade dos vendedores e dos clientes cumpriram as normas”, refere o autarca de S. Sebastião que acompanhou a inspeção.

Humberto Lameiras
Ana Martins Ventura

Comentários

- Pub -