Parque Urbano da Várzea é reconhecido como das melhores soluções ambientais

640
visualizações

O novo Parque Urbano da Várzea foi distinguido no workshop do projecto internacional Bridging European and Local Climate Action como uma das melhores soluções com base natural no combate das alterações climática em meio urbano

 

- Pub -

 

A Câmara de Setúbal acabou de ver o Parque Urbano da Várzea destacado como “uma das melhores soluções com base natural no combate das alterações climática em meio urbano”.

Este reconhecimento veio durante o workshop do projecto internacional Beacon – Bridging European and Local Climate Action, um encontro que se realizou pelo meio virtual, onde foram discutidas estas soluções de base natural.

A autarquia sadina esteve presente nos dois dias da reunião, na passada quinta e sexta feira, sendo que no primeiro dia foram abordados projectos considerados como boas práticas ambientais, de soluções baseadas na natureza para adaptação e mitigação das alterações climáticas.

Foi neste âmbito que o projecto do novo Parque da Várzea foi apresentado, “como uma das melhores soluções com base natural do concelho, juntamente com sete outros bons exemplos, de entre os 34 municípios que integram o Beacon”, refere nota de imprensa da divisão de comunicação da Câmara.

A sexta-feira foi dedicada a explorada a possibilidade de integrar as soluções baseadas na natureza no planeamento urbano, bem como o respectivo envolvimento dos cidadãos, das empresas e das organizações locais.

No encontro foi ainda apresentado um filme de animação 3D que mostra como ficará o novo Parque Urbano da Várzea, que pode ser visionado.

O Beacon, financiado pela German European Climate Initiative, tem como objectivo estabelecer uma rede de cooperação e de parcerias para aprendizagem conjunta, disponibilizando o acesso a serviços de consultoria e workshops para capacitar técnicos municipais com ferramentas de gestão e facilitação importantes para o desenvolvimento de medidas de descarbonização.

Setúbal foi um dos cinco municípios portugueses seleccionados, juntamente com as cidades portuguesas de Ansião, Coruche, Loulé e Viana do Castelo, para integrar este projecto de partilha de experiências sobre soluções sustentáveis para o desenvolvimento dos territórios.

A nível europeu, integram o Beacon vários concelhos da Grécia, Polónia, República Checa e Roménia. Juntos, trabalham com o objectivo da identificação de medidas que contribuam mais e melhor para a estabilidade do clima e para a construção de cidades sustentáveis, bem como para a criação de projectos comuns que visem o desenvolvimento sustentável.

Este ano estava previsto o encontro dos municípios do BEACON nas mesmas datas, em Zamość, na Polónia, tendo sido adaptado ao formato digital devido à pandemia da Covid-19.

Comentários

- Pub -