Câmara e Porto de Setúbal assinam protocolos na área da Protecção Civil

38
visualizações

Acordos visam divulgar trabalho da Protecção Civil e obras no quartel dos Bombeiros Sapadores

 

- Pub -

A Câmara Municipal de Setúbal e a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra (APSS), assinaram ontem protocolos de colaboração com vista ao desenvolvimento de duas acções na área da segurança e da protecção civil.

Um dos protocolos, assinado pela presidente da APSS, Lídia Sequeira, e pela presidente da Câmara de Setúbal, Maria das Dores Meira, refere-se à “cedência de um edifício localizado no Jardim Engenheiro Luís Fonseca”, entre as instalações do antigo restaurante Portugália e o cais de apoio aos catamarãs, para criação de um Centro de Interpretação dos Riscos, refere a autarquia em comunicado.

O futuro equipamento, dinamizado pela Câmara Municipal de Setúbal, através do Serviço Municipal de Protecção Civil e Bombeiros, “destina-se à divulgação de diversas esferas de intervenção na área da segurança e protecção civil”.

Um dos destaques deste centro vai para a mostra interactiva itinerante “Riscos! Aprender e Evitar”, especialmente direccionada para a comunidade escolar, que assim ganha um local fixo para ser visitada.

“Com o novo espaço, a mostra, uma mais-valia para a aprendizagem na área da protecção civil, ganha um espaço fixo, com a possibilidade de poder ser ampliada”, realçou Maria das Dores Meira, durante o acto protocolar nas instalações da APSS.
Por sua vez, Lídia Sequeira manifestou satisfação em “poder contribuir para a instalação deste centro vocacionado para a vertente educativa nas áreas da segurança e da protecção civil”.

A mostra apresenta, em quatro módulos, os principais riscos presentes nos quatro elementos da natureza – terra, ar, água e fogo – em painéis com informações escritas e imagens, mas também em diversos simuladores interactivos.

Além desta mostra permanente, este centro, que foca atenções nos diversos riscos existentes tanto no território setubalense como a nível nacional, recebe ainda um núcleo subordinado às alterações climáticas.

As duas entidades firmaram ainda um protocolo para a realização de obras no quartel da Companhia de Bombeiros Sapadores de Setúbal.

No âmbito desta colaboração, a Administração dos Portos de Setúbal e Sesimbra assegura uma verba, “a rondar os 60 mil euros, para a execução de beneficiações na cobertura do quartel”.

Os trabalhos, a avançar já durante o período deste Verão, “destinam-se ao encapsulamento da cobertura de fibrocimento do edifício, tornando-o ambientalmente mais sustentável e com maior segurança”.

“Este contributo [da APSS] é uma ajuda preciosa e uma mais-valia para a melhoria das condições de trabalho dos bombeiros sapadores”, destacou Maria das Dores Meira.

A autarca acrescentou que este “é mais um passo” na reabilitação do imóvel que, nos últimos anos, tem sido alvo de um investimento camarário para melhoria das condições gerais de utilização.

Comentários

- Pub -