St. Peter’s School é a melhor escola do distrito nos rankings do ensino secundário e básico

93
visualizações

O colégio de Palmela está no 12.º lugar no secundário e no 32.º no básico. Entre as públicas, a melhor da região são a Manuel da Fonseca (secundário) e a Secundária do Bocage (no básico)

 

- Pub -

 

O Colégio St. Peter’s School, Palmela, volta a ser a escola do Distrito de Setúbal melhor classificada no ranking dos estabelecimentos de ensino secundário, tendo por base a média das notas dos alunos nos exames de 2019, segundo dados divulgados pelo Ministério da Educação.

O colégio privado de Palmela surge no 12.º lugar da listagem nacional – o resultado ainda é melhor (8.º) se contabilizar-se apenas as escolas com mais de cem provas realizadas – ao apresentar uma média de 14,48 valores (a melhor do País foi a Academia de Música de Santa Cecília, Lisboa, que registou 16,4). Em relação ao ano anterior (2018), caiu apenas uma posição.

O pódio do Distrito de Setúbal fica completado, respectivamente, pelo Colégio Campo de Flores, Almada, na 30.ª posição do ranking, com uma média de 13,62 nos exames (subiu oito lugares), e pelo Colégio Minerva, Barreiro, no 59.º posto e uma média de 12,51 (ascendendo 206 posições na tabela face ao ano anterior).

Para se voltar a encontrar uma escola do Distrito de Setúbal na listagem nacional é preciso chegar-se à 115.ª posição geral, que é preenchida pelo Colégio Guadalupe, Seixal, com 11,75 valores de média.

Depois surge, no 122.º posto, a Escola Secundária Manuel da Fonseca, Santiago do Cacém, que, com uma média de 11,7, foi a 48.ª melhor do País entre as escolas públicas (nota para o facto de os primeiros 44 lugares do ranking serem ocupados somente por escolas privadas).

Os restantes cinco lugares do top 10 do Distrito de Setúbal são preenchidos por Secundária do Bocage (161.º), Setúbal, Externato Frei Luís de Sousa (163.º), Almada, Secundária Cacilhas-Tejo (175.º), Almada, Secundária de Santo André (226.º), Barreiro, e Secundária Emídio Navarro (250.º), Almada.

Em sentido inverso, as 10 escolas do Distrito de Setúbal com pior classificação nos exames nacionais do secundário foram: Secundária Manuel Cargaleiro (487.º), Seixal, Secundária D. João II (490.º), Setúbal, Secundária de Alcácer do Sal (535.º), Secundária Poeta Joaquim Serra (550.º), Montijo, Secundária Francisco Simões (569.º), Almada, Secundária Alfredo dos Reis Silveira (571.º), Seixal, Secundária D. Manuel Martins (576.º), Setúbal, Secundária Prof. Ruy Luís Gomes (600.º), Almada, Básica e Secundária St. António (612.º), Barreiro, e Secundária da Baixa da Banheira (622.º), Moita.

Resultados no básico ainda menos animadores

Já no que toca aos exames nacionais do ensino básico (9.º ano), os resultados das escolas do distrito sadino são ainda menos animadores, com quatro estabelecimentos da região a figurarem entre os 10 últimos do ranking nacional. A Escola Básica do Miradouro de Alfazina (Almada) é a pior do País, no 1195.º posto. Seguem-se, no penúltimo lugar, a Básica do Vale da Amoreira (1194.º), Moita, a D. Pedro Varela (9.ª pior a ocupar o 1187.º lugar), Montijo, e a D. Nun’ Álvares (que fecha este top 10 na 1186.ª posição), Seixal.
A lista das melhores classificadas do Distrito de Setúbal é (também) liderada pelo Colégio St. Peter’s School II, que ocupa o 32.º lugar no ranking nacional. Depois vêm o Colégio Atlântico (64.º), Seixal, o Colégio do Vale (66.º), Almada, o Colégio Minerva (79.º), o Colégio Campo de Flores (93.º) e o Externato Frei Luís de Sousa (105.º).

A melhor escola básica da região entre os estabelecimentos do ensino público é a Secundária do Bocage (116.º no ranking nacional e 7.ª melhor do distrito sadino). As restantes três escolas com melhores médias nos exames nacionais do 9.º ano, ainda no que diz respeito à região, são, respectivamente, a Secundária Emídio Navarro (157.º), o Colégio Guadalupe (170.º) e a Básica Carlos Gargaté (209.º), Almada.

Médias distritais: Setúbal entre os piores do País

Setúbal foi um dos distritos piores classificados em termos de médias nos exames nacionais do ensino secundário, de acordo com uma análise da agência Lusa aos dados. Com uma média de 10,5 – quando a média de Classificação Interna Final (CIF) das suas escolas foi de 13,52 –, o distrito setubalense surge na sexta posição (englobando escolas no estrangeiro) a contar do fim da tabela. Os alunos do distrito com melhor registo foram os de Coimbra ao atingirem 11,61 de média.

Ainda de acordo com a Lusa, no que toca aos exames de Matemática, a pior classificada do País é a Secundária da Baixa da Banheira, com 2,5 valores de média quando na CIF o resultado foi 11 valores. Já nos exames de Física e Química, o Colégio Minerva aparece entre as melhores do ranking, com uma média de 14,91, que lhe valeu o 8.º lugar.

Comentários

- Pub -