23 Novembro 2020, Segunda-feira
- PUB -
Início Local Setúbal Universidade Sénior de Setúbal reinicia hoje as aulas à medida dos tempos...

Universidade Sénior de Setúbal reinicia hoje as aulas à medida dos tempos de pandemia

Não mais de dez alunos por turma vão estar nas aulas presenciais, os outros seguem a matéria via online. Depois trocam

 

- PUB -

A UNISETI – Universidade Sénior de Setúbal reinicia hoje, segunda-feira, as aulas, mas com as limitações necessárias a que obrigam este tempo de pandemia. Uma das medidas é a limitação do tempo de aula, que passa a ser de 45 minutos, e a presença de apenas dez alunos por turma, enquanto os restantes assistem às matérias via online.
“Criámos um sistema de rotatividade. Os alunos que numa semana assistem a aulas presenciais, no turno seguinte trocam com os que estiveram a assistir em online”, explica Arlindo Mota, professor e presidente do concelho administrativo da UNISETI.

Para além desta medida, e de acordo com as normas da Direcção-Geral da Saúde, foram “instalados dispensadores de desinfecção, é medida a temperatura a alunos, professores e funcionários sendo ainda mantida a higienização permanente dos espaços”, acrescenta.

Nesta fase, e até que se perceba a tendência da evolução da pandemia, a UNISETI vai disponibilizar três sistemas de frequência das aulas: presenciais, aulas mistas e apenas online.

- PUB -

“Fizemos uma auscultação telefónica aos alunos sobre se preferiam ter aulas online ou presenciais, e apenas 30% deles queriam aulas online”. Diz Arlindo Mota que muitos dos alunos, uma boa parte deles com mais de 65 anos, “estão cansados de estar confinados em casa, querem conviver dentro desta nova normalidade”, e é essa convivência, respeitando regras, que a universidade sénior lhes permite.

“Esta primeira semana não vamos começar já com todas as aulas, vamos aumentado de semana a semana até atingirmos a frequência regular”, adianta Arlindo Mota que esclarece que este método “é um ganhar de tempo até percebermos como evolui a pandemia e qual o impacte de termos todas as pessoas a funcionarem ao mesmo tempo na universidade”.

Entretanto, e dentro da metodologia de manter a convivência da comunidade da UNISETI, está a ser a preparar, para o final Novembro, o lançamento da edição revista e actualizada do livro sobre a Igreja de Jesus, da autoria de José Custódio Vieira da Silva. Serão quatro conferências, com a participação do autor e outros professores universitários, sobre as temáticas abordadas na obra. “Estamos a analisar a melhor solução para fazer a apresentação deste livro, será mais uma iniciativa para manter a comunidade interligada, mas neste momento tudo tem de ser bem acautelado”, diz o professor.

- PUB -

Com a UNISETI a cumprir 18 anos de actividade e com o “sucesso de termos uma comunidade com mais de 500 pessoas. Não se pode perder esta ligação; as pessoas não podem perder a possibilidade conviverem e alargarem o sentimento de comunidade”, afirma Arlindo Mota.

- PUB -

Mais populares

Polémica na estreia sadina a ganhar na 2.ª divisão distrital de futebol

“Diversos factores a contribuir para a rápida e fácil subida de divisão (do Vitória)”, diz o clube da Baixa da Banheira   Depois de a equipa...

Actual estação na 5 de Outubro em Setúbal vai receber serviços ou habitação

Com a entrada em funcionamento do novo terminal interface de Setúbal, a actual estação rodoviária na Avenida 5 de Outubro, no Bairro Salgado, centro...

Câmara de Setúbal muda as fechaduras na tomada de posse do estádio do Bonfim

A Câmara Municipal de Setúbal agendou para a tarde de terça-feira uma visita ao Estádio do Bonfim, casa do Vitória Futebol Clube, cujos direitos...
- PUB -