5 Março 2021, Sexta-feira
- PUB -
Início Local Setúbal D. Manuel Martins: 94 anos assinalados em videoconferência a partir de Setúbal

D. Manuel Martins: 94 anos assinalados em videoconferência a partir de Setúbal

Macaísta Malheiros apresentou palestra sobre humanismo do primeiro Bispo de Setúbal

Os 94 anos de D. Manuel Martins (1927-2017), primeiro Bispo de Setúbal, foram assinalados numa videoconferência promovida por Eugénio Fonseca na noite de quarta-feira, 20, dia de aniversário do prelado, reunindo mais de 40 pessoas.

- PUB -

Manuel Macaísta Malheiros, membro da Liga Portuguesa dos Direitos Humanos e último Governador Civil de Setúbal, foi o palestrante, tendo abordado o tema “D. Manuel Martins e os Direitos Humanos”.

Partindo das crónicas do bispo sadino publicadas no livro “Nascemos Livres”, Macaísta Malheiros revelou ter sido “uma descoberta, uma surpresa” o pensamento de D. Manuel, que revela “um humanista, atento às pessoas e ao mundo em que viveu”. Uma visão ecuménica e a ideia de “intervenção, vivência e participação”, outros dos valores apresentados na comunicação, foram associados por Manuel Malheiros a uma “atitude de humildade” que o prelado revelou ao ter levado para um “pequeno jornal de província” assuntos com ressonância que vai muito para além do local. O conferencista destacou ainda a evocação feita por D. Manuel Martins dos que, “dentro da Igreja, ergueram a voz e sofreram”, como D. António Ferreira Gomes ou o padre Abel Varzim, e citou o entendimento dos Direitos Humanos como “um evangelho vivo”, concluindo que a leitura dos textos de D. Manuel são uma forma de “nos sentirmos irmanados na esperança, na luta e na mensagem” que transmitiu.

Vários testemunhos foram apresentados pela assistência, como o de Dulce Rocha, ao referir que “D. Manuel Martins falava dos pobres e não da pobreza, era prático, sempre com uma palavra pela dignidade humana”. Também António Soares testemunhou sobre o incentivo do Bispo no âmbito da doutrina social, ao lembrar que, “muitas vezes, na Igreja, ouvimos dizer para travar, mas D. Manuel dizia: avancem, avancem”.

- PUB -

O livro “Nascemos Livres” foi editado pela Fundação SPES em 2018 e reúne crónicas publicadas no “Jornal de Matosinhos” entre Setembro de 2016 e Setembro de 2017, tendo a última sido redigida uma semana antes do falecimento de D. Manuel Martins.

- PUB -

Mais populares

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...

Bombeiros em “guerra de tronos” ameaçam direcção com paralisação de serviços

Direcção já acertou tudo com antigo chefe dos bombeiros do Barreiro para assumir o cargo. Mas o corpo activo do Montijo quer Luís Silva   A...
- PUB -