O 25 de Abril ensina-nos a viver e vencer o desafio de hoje

10
visualizações
Vítor Proença, Presidente da Câmara Municipal de Alcácer do Sal (Fotografia de Alex Gaspar)

Comemora-se este ano o 46º aniversário da Revolução de 25 de Abril de 1974.

- Pub -

São 46 anos em que importa sublinhar conquistas tão importantes para a História colectiva do povo português, como a liberdade de expressão e de reunião, a democracia e o voto popular, a criação do poder local, a expansão dos direitos de cidadania, o desenvolvimento do Estado social, a constituição de Serviços Públicos e a consagração de direitos democráticos sociais e laborais na Constituição da República.

São 46 anos de luta pela construção de uma sociedade justa, igualitária e fraterna, em que a vitória da liberdade e da democracia contra a opressão permitiram uma enorme transformação social que moldou o nosso presente.

O nosso presente sofreu ele próprio um revés, ao deparar-se em 2020 com algo inesperado que, praticamente de um dia para o outro, mudou a maneira como nos relacionamos uns com os outros, como vivemos, como agimos e como vemos o mundo: uma pandemia derivada de um novo coronavírus, uma nova doença tão contagiosa que nos obrigou a ficar em casa – COVID-19.

Numa situação em que o futuro se revela preocupante em áreas como a continuidade de empresas, de comércio e restauração, a recuperação do sector do turismo ou a manutenção de postos de trabalho, o que pode consolidar ou resultar mesmo em novas carências e desafios problemáticos para as famílias, importa hoje, mais do que nunca, manter vivo o espírito de Abril.

Também antes de 25 de Abril de 1974 se vivia em clausura, no medo e com preocupação, mas o povo uniu-se e tudo mudou. Vamos também hoje unir-nos e acreditar no ensinamento da Revolução dos Cravos de que juntos somos mais fortes e juntos vamos vencer este desafio.

Este ano, em Alcácer do Sal, celebramos o Dia da Liberdade de forma diferente. Vamos manter-nos em segurança e assinalar a data com conteúdos virtuais emblemáticos, que irão recordar e dignificar a efeméride; convidamos também a cantar “Grândola, Vila Morena” à janela, pelas 15h, do dia 25 de Abril. São festejos mais contidos, mas adequados ao contexto em que vivemos, para que amanhã, no próximo ano e no outro e no seguinte possamos estar presentes, junto dos que mais amamos e a viver em pleno as vitórias de Abril.

25 de Abril sempre!

 

 

 

Comentários

- Pub -