Abril continua Presente

16
visualizações
Manuel Véstias, Presidente da Junta de Freguesia do Sado

No ano em que comemoramos 46 anos da Revolução de Abril, momento maior da história do Povo e dos Trabalhadores Portugueses que pela ação da luta de muitos Democratas e pelas forças do MFA, no dia 24 de abril de 1974, colocou o fim a 48 anos de ditadura fascista em Portugal.

- Pub -

Importa sempre saudar e defender as conquistas da Revolução dos “cravos”, reafirmando o continuo compromisso com a liberdade e a democracia, nas suas vertentes política, social, económica e cultural.

Nunca esteve nos meus planos comemorar Abril confinado ao meu domicílio,
no entanto, estas comemorações do 25 de Abril estão condicionadas pela pandemia da COVID-19 e pelo plano de contingência resultante do Estado de Emergência decretado pelo Presidente da República.

A Democracia e Abril não ficaram suspensas. Razão pelo qual nos devemos unir nas defesas dos direitos de cidadania e no dia 25 de abril, pelas 15:00 H, a partir da janela ou porta, cantaremos a Grândola Vila Morena, canção do “Zeca Afonso” que serviu de senha, à ação dos militares.

Os tempos difíceis que vivemos, as conquistas de Abril assumem uma maior relevância, importa reforçar o investimento no Serviço Nacional de Saúde, em equipamentos, recursos humanos e melhores condições salariais e de trabalho dos seus profissionais, é atualmente ainda mais premente e necessária.

 

Comentários

- Pub -