Agressões às Autoridades

17
visualizações
Américo Lourenço, Vigilante no Porto de Sines

Está a tornar-se frequente a agressão aos agentes da autoridade, por parte de cidadãos que não gostam de ser surpreendidos quando estão em causa atitudes reprováveis, e que são o reflexo das mudanças sociais a que temos vindo a assistir nos últimos tempos, criando na sociedade portuguesa a sensação de insegurança.

- Pub -

Num país onde se pretendem mudar as leis ao sabor das conveniências politicas, e para que a imposição da vontade de alguns senhores, não seja vista como abuso de poder, ainda não vi a coragem dos mesmos em procurar fazer com que as leis em vigor sejam aperfeiçoadas, para que no que diz respeito à justiça, aqueles que maltratam ou agridem, sejam devidamente punidos.

Somos na realidade um país muito fértil na produção de leis que em muitos casos foram feitas em benefício próprio, mas de pouco ou nada servem quando no caso das agressões aos agentes da autoridade, a desculpa dos agressores muitas vezes, é que os referidos agentes da autoridade, abusaram da mesma sem que se justificasse.
O exercício de qualquer actividade tem os seus riscos, mas no caso das forças de segurança, esse risco é acrescido tendo em conta o desconhecimento dos cenários de actuação para os quais as mesmas são chamadas, onde a inexistência de um salário condigno, um subsídio de risco e as desculpas dos prevaricadores, podem gerar falta de motivação àqueles que cumprem o seu dever para com a sociedade, e onde é preciso que o seu trabalho em prol da mesma seja devidamente valorizado.

Comentários

- Pub -