Apoiar a imprensa regional é também uma responsabilidade das autarquias

16
visualizações
Rui Garcia, Presidente da Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS)

A imprensa regional tem um papel central na formação do espírito crítico das comunidades locais, em última análise, no aprofundamento da relação democrática entre os munícipes e a realidade que os rodeia, seja a política, cultural, económica ou social.

- Pub -

O SETUBALENSE, ao comemorar 165 anos está, assim, entre os que, de forma pioneira, se colocaram na primeira linha da batalha pela informação e pelo esclarecimento e, enquanto tal, para a formação de uma opinião pública mais esclarecida e interventiva.
A sua história decorre em paralelo com as políticas que, de forma progressiva ou reaccionária, marcaram em mais de século e meio o nosso país. Foi um desafio que este periódico soube enfrentar com a dignidade e a coragem que lhe deram a credibilidade para se manter como referência no quadro da imprensa regional.

De há muito que o desafio de manter viva a chama que motiva a edição periódica das notícias que importam às nossas populações se torna mais e mais difícil. Estamos conscientes de que as novas realidades que ameaçam o nosso mundo são pouco amigas do rigor e da isenção. Por isso mesmo, a importância de promover e apoiar uma imprensa regional que, com espírito crítico, se mantenha viva e influente à escala local.
Essa é também uma responsabilidade das autarquias, que não descartamos e que tudo faremos para cumprir. O Setubalense faz falta. É inconcebível um futuro sem uma informação crítica e plural, sem uma imprensa de referência.

Muitos Parabéns.

Comentários

- Pub -