Hoje somos Mais Cidade graças a este jornal

18
visualizações
Maria das Dores Meira, Presidente da Câmara Municipal de Setúbal (Fotografia de Alex Gaspar)

A imprensa regional é, desde sempre, poderoso fator de construção de identidade local. Nas páginas de pequenos jornais fixa-se a memória, relata-se o quotidiano de comunidades distantes dos grandes centros de poder. Nos carateres impressos de publicações que, na maior parte dos casos, lutam, todos os dias, pela sobrevivência defende-se com empenho o progresso local, faz-se a pressão possível para que as coisas avancem. Constrói-se, acima de tudo, cidadania e comunidades mais coesas.

- Pub -

O Setubalense será um dos mais notórios e longevos exemplos desta prática. Ao fim de 165 anos de publicação, com uma ou outra interrupção, mantém de pé as principais caraterísticas de um jornal que se orgulha de ser local. É o “jornal lá da terra”, como, muitas vezes, dizem aqueles que, distantes, acompanham a vida da sua cidade pelas páginas do jornal que ainda recebem pelo correio ou, agora, leem no computador. O jornal que relata o que acontece na mais escondida travessa e conta o que andam os poderes públicos a tecer.

Sabemos melhor quem fomos e quem somos porque temos um jornal que sai para as bancas há 165 anos. Também por isso podemos orgulhar-nos de sermos Setubalenses. Tal longevidade merece, sem qualquer dúvida, forte saudação e a manifestação do desejo de que O Setubalense possa manter o seu vigor, reforçando sempre a sua qualidade e seriedade.

Parabéns a O Setubalense e a todos os que, ao longo destes 165 anos, o escreveram, paginaram, imprimiram e distribuíram. Hoje, somos também mais cidade graças a este jornal. Somos Mais Setúbal.

Comentários

- Pub -