Importância da comunicação social em tempo de pandemia

21
visualizações
Nuno Canta, Presidente da Câmara Municipal do Montijo

Em 165 anos, foram muitos os momentos únicos contados nas páginas do Setubalense, o mais antigo jornal de Portugal Continental. Evocamos o seu 165.º aniversário, num ano igualmente extraordinário em Portugal e no Mundo, um ano que nos trouxe desafios e constrangimentos nunca antes vividos.

- Pub -

A pandemia de covid-19 veio alterar os nossos hábitos e comportamentos, trouxe consigo uma crise sanitária, mas igualmente uma crise socioeconómica que é transversal a todos os sectores da sociedade.

Também para os órgãos de comunicação social regional que, ao longo dos anos, têm resistido às dificuldades inerentes a um mundo cada vez mais tecnológico, a pandemia é mais um obstáculo, que é preciso ultrapassar para continuar no caminho da defesa da liberdade de informação e de expressão.

Esta nobre função de informar assume uma relevância adicional nesta época pandémica e de distanciamento social. Hoje, mais que nunca, os órgãos de comunicação social são essenciais para informar com rigor, isenção e imparcialidade, assumindo um papel de esclarecimento e de grande proximidade junto da opinião pública.

Ao longo de 165 anos, O Setubalense tem sido uma das vozes da região, contribuindo decididamente para a construção da cidadania e da democracia locais. Nas suas páginas, têm sido contadas as histórias e os factos da nossa região, da nossa comunidade, do nosso concelho do Montijo.

Neste aniversário do Setubalense é, por isso, com satisfação que realçamos a sua longevidade e agradecemos o seu trabalho diário em prol da liberdade e da democracia. Ao Setubalense, à sua direção, trabalhadores e colaboradores, deixamos uma palavra de estímulo e votos de sucesso para o futuro.

Comentários

- Pub -