4 Março 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Opinião Há vida para além da Covid-19

Há vida para além da Covid-19

Escrevo este artigo no rescaldo do Conselho de Ministros extraordinário, realizado no sábado passado, e que aprovou o decreto n.8/2020 regulamentando a aplicação do novo estado de emergência.

- PUB -

No dia anterior, em Plenário da Assembleia da República, havia manifestado o meu acordo com a decisão de retornar a esta situação por confiar que, apesar de duro, este é um caminho necessário. Paralelamente, contudo, importa dar atenção a diversos aspectos que podem facilmente cair no esquecimento numa perspectiva global e mais abstracta, acabando por serem tomados como meros detalhes.

Comecemos pelo óbvio: sim, é preciso fazer de tudo para evitar um novo confinamento total a menos que este se mostre absolutamente imprescindível. Mas não me parece que medidas como a do recolher obrigatório a partir das 13 horas aos fins-de-semana seja útil nesse sentido, quanto muito irá concentrar ainda mais as pessoas nos locais durante as horas em que podem sair, nomeadamente aquelas que, trabalhando durante a semana, fazem ao sábado as suas compras domésticas. Acresce que agrava profundamente a situação da restauração – já de si bastante afectada pelas alterações que têm vindo a ser implementadas como a redução de horários e o acautelar do distanciamento social entre os clientes -, sector que sustenta tantas famílias no nosso país.

Por outro lado, as excepções à circulação condicionada acabam também por fazer pouco sentido, sobretudo aquela que diz serem permitidas “deslocações por outros motivos de força maior”. Aqui cabe de tudo um pouco, sendo imprescindível o uso do bom senso pela população.

- PUB -

E enquanto isso, há pessoas em situação extremamente frágil, angustiadas pela incerteza em relação ao mais básico: à sua alimentação e das suas famílias, ao direito à habitação e à saúde, à manutenção do seu posto de trabalho, à sua segurança…

Em relação aos profissionais de saúde, há que acautelar que estes consigam cumprir as suas funções, manterem-se seguros e conseguirem ter tempo para os seus, bem como assegurar que têm à sua disposição todos os meios necessários para o combate à pandemia.

É também de extrema relevância que o foco dos serviços de saúde não se limite ao tratamento da Covid-19. Há relatos de pessoas com outras condições, desde doença oncológica a perturbações mentais, que esperam consultas e tratamentos há meses. Urge assegurar o tratamento atempado de outras doenças!

- PUB -

É preciso promover o teletrabalho e o desfasamento de horários, mas assegurar também o respeito pela dignidade dos trabalhadores. É preciso reforçar os transportes públicos, para que as pessoas possam deslocar-se em segurança. É preciso promover práticas preventivas, seja o uso da máscara ou a manutenção do distanciamento social.

Mas é preciso, também, transmitir confiança aos portugueses para que estes possam manter a suas vidas dentro da normalidade tanto quanto possível. É importante que as pessoas saibam que, respeitando certas condições, é seguro continuar a ir ao mercado, às aulas, ao teatro ou ao restaurante. Importa saber que há vida para além da Covid-19!

- PUB -

Mais populares

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

Incêndio destrói cozinha de habitação na Avenida Bento Gonçalves

Um incêndio deflagrou hoje numa habitação situada na Avenida Bento Gonçalves, em Setúbal, tendo provocado a destruição completa da respectiva cozinha, uma vez que...
- PUB -