27 Fevereiro 2021, Sábado
- PUB -
Início Opinião O comportamento da oposição em Corroios

O comportamento da oposição em Corroios

Realizou-se no passado dia 22, a Sessão Ordinária da Assembleia de Freguesia de Corroios. Da Ordem de Trabalhos, destacamos matérias tão relevantes, como as Grandes Opções do Plano e o Orçamento para 2021, aprovadas com os votos da CDU e do Bloco de Esquerda, contra do PSD e a abstenção do PS. Uma saudação da CDU pela construção, finalmente, do novo Centro de Saúde de Corroios, corolário de 20 anos de lutas e exigência das Comissões de Utentes da Saúde, da JFC, da CM do Seixal, da população.

- PUB -

Como estamos no final do ano, tínhamos previsto fazer o balanço do mesmo. Mas como não perde atualidade, decidimos fazê-lo, sobre esta AF, devido ao comportamento dos eleitos do PS e do PSD em relação a matérias tão importantes, como o problema do estacionamento em Corroios, ou o deplorável estado em que se encontra há mais de 10 anos, a Escola Secundária João de Barros.

Corroios, debate-se com um grande problema de estacionamento. Causado, sobretudo, pelo grande número de pessoas que, devido em grande parte, à deficiente oferta de transportes públicos, desloca-se na sua viatura própria para o comboio. Depois, para não ter de pagar, para além do bilhete ou passe, mais o estacionamento nos parques da Fertagus, “entope” Corroios. Nomeadamente, as ruas mais próximas da estação ferroviária.
Portanto, existe esta aberração; centenas de lugares vagos nos parques daquela empresa, e carros por tudo o que é sítio, causando problemas de estacionamento a moradores, a quem se desloca à vila para outros fins, ao comércio local.

Para minimizar o problema, a JFC em colaboração com a CMS, disponibilizou gratuitamente, 315 lugares. 94 na renovada Praça José Queluz, mais 221, depois de obras junto à ExpoCorroios. Mas, claro, ainda é mais que insuficiente. Por isso, mais uma vez, os eleitos da CDU, apresentaram uma moção, exigindo, nomeadamente, que seja a CMS a gerir os parques de estacionamento junto da estação, colocando-os também gratuitamente, à disposição dos passageiros. PS e PSD, abstiveram-se.

- PUB -

Em relação à Escola João de Barros, criando problemas de toda a ordem a alunos e professores, está em obras há mais de 10 anos. Esta inadmissível situação, inviabiliza agora, até as normais condições para ser cumprido o distanciamento físico, conforme as recomendações da DGS.

Para minimizar as dificuldades, a JFC, substituindo-se ao Estado, criou condições no seu Pavilhão Multiusos, e colocou-o à disposição para que os alunos possam lá ter aulas de Educação Física, como acontece.

Pois bem, mais uma vez, a CDU, apresentou uma moção a exigir que o Ministério da Educação solucione de vez, tão prejudicial e prolongada situação. Portanto, seria absolutamente lógico, até para dar mais força ao documento, que o mesmo fosse aprovado por unanimidade. Foi apenas com os votos dos proponentes e do BE. PS e PSD,mais uma vez, abstiveram-se.

- PUB -

Deixamos à consideração dos prezados leitores a quem desejamos um ano o melhor possível, o seu juízo, sobre tal comportamento.

Francisco Ramalho
Professor, Corroios
- PUB -

Mais populares

Morto a tiro em festa na encosta da Bela Vista

Um homem com cerca de 30 anos morreu este domingo baleado com dois tiros numa festa ilegal que decorria na encosta da Bela Vista,...

Várzea veio colmatar necessidade de antecipar o fecho da estação na 5 de Outubro

TST explica que antiga estação apresentava alguns problemas, inclusive ao nível da logística nos serviços   A empresa Transportes Sul do Tejo (TST) inaugurou há cerca...

Dores Meira acusa PS de falsear realidade sobre estacionamento pago na cidade

Dores Meira não poupa criticas às razões que o PS tem alegado. E aponta-lhe os casos de Lisboa e Almada   O estacionamento pago na cidade...
- PUB -