7 Março 2021, Domingo
- PUB -
Início Regional Aumento do negócio da pasta de papel impulsiona crescimento da Navigator

Aumento do negócio da pasta de papel impulsiona crescimento da Navigator

Volume de vendas da pasta de papel foi o que mais cresceu (19%), em 2017. Antiga Portucel tem fábrica na Mitrena, em Setúbal

 

- PUB -

O volume de negócios da The Navigator Company, antiga Portucel, que tem fábrica na Mitrena, em Setúbal, cresceu 4% em 2017, segundo os resultados comunicados à Comissão de Mercados de Valores Mobiliários (CMVM).

O resultado líquido da Navigator Company atingiu os 207,8 milhões de euros no ano passado, uma redução de 4,5% relativamente a 2016.

Na comunicação à CMVM, a empresa destaca uma “evolução positiva do volume de negócios (+4%) com forte desempenho dos negócios de pasta, energia e tissue”. O valor de vendas de pasta cresceu 19%, com aumento de volume e de preço, as vendas de energia eléctrica subiram 13% em valor e as vendas de tissue cresceram 10%.

- PUB -

Segundo os dados da companhia, no quarto e último trimestre do ano passado a Navigator atingiu um resultado líquido de 60 milhões de euros, um aumento relativamente ao anterior trimestre (49,8 milhões), mas uma queda de 25,5% quando comprado com o período homólogo.

No ano de 2017, a empresa do PSI20 teve um EBITDA (resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações) de 403,8 milhões de euros, uma subida de 1,6% relativamente aos 397,4 milhões registados no ano anterior.

A dívida líquida remunerada da empresa atingiu os 692,7 milhões em 2017, mais 52 milhões do que a registada no ano anterior.

- PUB -

A Navigator apresenta uma melhoria significativa dos resultados financeiros para – 8 milhões de euros (-21 milhões em 2016), “na sequência da redução do custo com as operações de financiamento e do resultado positivo das coberturas cambiais”.

A comunicação à CMVM, a empresa de papel e pasta de papel indica ainda que os “investimentos em curso na nova fábrica de tissue em Cacia e o aumento de capacidade de pasta na Figueira da Foz decorrem como planeado e totalizam € 70 milhões no período”.

Aponta igualmente o contrato celebrado de compra e venda do negócio de pellets nos Estados Unidos por um valor de 135 milhões de dólares (112,2 milhões de euros).

Lusa

- PUB -

Mais populares

Bombeiros em “guerra de tronos” ameaçam direcção com paralisação de serviços

Direcção já acertou tudo com antigo chefe dos bombeiros do Barreiro para assumir o cargo. Mas o corpo activo do Montijo quer Luís Silva   A...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...
- PUB -