4 Março 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Local Palmela Concelho atrai centena e meia de alojamentos locais

Concelho atrai centena e meia de alojamentos locais

 Palmela foi a capital do Turismo com a realização do Fórum que mobilizou mais de três centenas de participantes com uma forte presença de jovens e alunos de escolas da região

 

- PUB -

 

 

O Fórum sobre “Turismo e Património Cultural – Valorização dos Territórios”, decorreu no final da semana, no Teatro S. João, em Palmela, com mais de três centenas de participantes, onde se destacou uma grande participação de jovens e alunos de escolas da região.

- PUB -

Na sessão de abertura participou o presidente da Câmara, Álvaro Amaro, que começou por destacar que “Palmela tem vindo a afirmar-se como um destino turístico em franco crescimento”. O edil palmelense revelou “a nível de dormidas ultrapassámos as 100 mil em 2017” e “está a haver uma forte aposta nos alojamentos locais, que são centena e meia”.

As áreas do enoturismo, gastronomia, touring cultural e paisagístico, desporto de natureza e golfe foram as que mais cresceram, mas Álvaro Amaro anunciou novos investimentos, de mais de 1,7 milhões de euros, a nível de financiamentos europeus com “a valorização de sítios arqueológicos da Quinta do Anjo, os projetos de espaços de lazer e bem-estar, a Serra do Louro ao Cubo e Castelos e Fortalezas da Arrábida” e revelou “a criação do espaço Palmela Conquista no antigo edifício PAL”.

O Fórum Turismo Palmela foi organizada pela Câmara com os apoios da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa e da Rota de Vinhos da Península de Setúbal, com temas como o “Turismo como fator de valorização cultural dos territórios”, onde a região de Idanha a Nova abordou o projeto de Cidade Criativa da Música, quando Palmela prepara também a sua candidatura.

- PUB -

Na segunda parte abordaram-se as Perspetivas de Desenvolvimento Turístico e Cultural do Caminho de Santiago, um tema que é especialmente querido para a vila de Palmela, onde esteve instalada a sede da Ordem de Santiago até à sua extinção.

O Fórum de Turismo encerrou com a intervenção do vereador Luís Miguel Calha, que destacou a centralidade Palmela, Sesimbra e Setúbal, que “continuará a ser um importante motor económico da região”. O autarca responsável pelo pelouro do Turismo aludiu ao crescimento do turismo em Palmela, que “contribui para a auto estima do concelho dando a conhecer o artesanato, os vinhos, a gastronomia e os queijos, onde estamos a semear orgulho e a plantar felicidade”.

Luís Calha lança como objetivo para o futuro “posicionar Palmela como um destino em que o casamento entre o turismo e o património cultural é uma aliança feliz”.

No final do Fórum os participantes tiveram oportunidade de assistir à cerimónia da Queimada Galega, proporcionada pelo município de Viana do Castelo, onde a aguardente Pedras Negras ardeu misturada com o açúcar mascavado, as frutas e o mel, enquanto se rezava a oração para afastar as bruxas e os demónios.

Fátima Brinca
Jornalista
- PUB -

Mais populares

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

Incêndio destrói cozinha de habitação na Avenida Bento Gonçalves

Um incêndio deflagrou hoje numa habitação situada na Avenida Bento Gonçalves, em Setúbal, tendo provocado a destruição completa da respectiva cozinha, uma vez que...
- PUB -