7 Março 2021, Domingo
- PUB -
Início Local Palmela Álvaro Amaro defende redução do IVA para quem investe na cultura

Álvaro Amaro defende redução do IVA para quem investe na cultura

Colectividade comemorou 122 anos de existência anunciando a vinda de um novo maestro

 

- PUB -

O salão da Sociedade Filarmónica União agrícola (SFUA) encheu-se de sócios para festejar os 122 anos, com o presidente Álvaro Amaro, a recordar que a colectividade “já enfrentou muitos desafios, onde os associados têm tido um papel preponderante na realização das actividades e apenas têm contado com o apoio das autarquias e dos mecenas”. O autarca defende “a redução do IVA para quem investe na cultura” e enalteceu “os dirigentes que têm enfrentado os desafios ao longo dos anos com grande resiliência”. O presidente da direcção da colectividade, Paulo Pinho, deu as boas vindas “à casa da cultura do Pinhal Novo, onde todos os sócios são os reforços e iremos homenageá-los com as medalhas de 25 e 50 anos”.

A colectividade, garantiu, “irá enfrentar novos desafios e projetos, onde iremos contar com o novo maestro Pedro Almeida, com a música a ser o centro educativo de novas conquistas para a SFUA e para o município”.

Diamantino Estanislau, presidente da Federação das Colectividades do Distrito de Setúbal e representante da Confederação das Colectividades de Cultura, Recreio e Desporto, garantiu “somos a maior força do voluntariado do país e enfrentamos o futuro com confiança e determinação” e lançou o apelo para “os dirigentes trabalharem em rede”, pois “somos um dos pilares do associativismo português”.

- PUB -

“A SFUA é uma das mais antigas colectividades da freguesia, do concelho e da região”, lembrou Manuel Lagarto, presidente da Junta de Freguesia, que sublinhou “esta colectividade nasceu do povo e é um agente dinamizador da comunidade transformando as dificuldades em oportunidades e podem sempre contar com o nosso apoio”.

Maior envolvência da comunidade

A sede da SFUA localiza-se no lado sul do Pinhal Novo, envolvendo diversos sócios nas áreas da música, com destaque para a banda filarmónica e para o coral, com Álvaro Amaro a anunciar que o espaço “irá ser ainda mais frequentado depois da reabilitação urbana, que envolve as obras de estacionamento do Largo da Mitra e da aquisição das instalações da cooperativa Pluricoop, que permitirão a criação de sinergias neste espaço histórico”.

- PUB -

O presidente do município espera “contar com a envolvência da SFUA, que tem um potencial enorme e pode ajudar na candidatura de Palmela a Cidade Criativa da Música” porque “não queremos obter apenas um selo, mas assumir um compromisso de trabalho nos próximos quatro anos, com um investimento significativo na cultura para dar felicidade e atractividade ao nosso território”.

Fátima Brinca
Jornalista
- PUB -

Mais populares

Bombeiros em “guerra de tronos” ameaçam direcção com paralisação de serviços

Direcção já acertou tudo com antigo chefe dos bombeiros do Barreiro para assumir o cargo. Mas o corpo activo do Montijo quer Luís Silva   A...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

ANAC recusa-se a fazer apreciação ao aeroporto do Montijo sem parecer favorável de todos os municípios

A Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) não vai fazer apreciação prévia de viabilidade para efeitos de construção do Aeroporto Complementar no Montijo, solicitada...
- PUB -