4 Março 2021, Quinta-feira
- PUB -
Início Sociedade Barreiro segue exemplo de Almada e Setúbal e cria núcleo de apoio...

Barreiro segue exemplo de Almada e Setúbal e cria núcleo de apoio a sem-abrigo

À semelhança de Almada e Setúbal, actualmente com Núcleos de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo a funcionar, o município do Barreiro avança agora com a assinatura de um protocolo com o mesmo objectivo

 

- PUB -

 

 

A Câmara Municipal do Barreiro está a preparar a implementação de um Núcleo de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo do Barreiro (NPISA). O primeiro passo foi a assinatura de um protocolo para a criação deste núcleo em parceria com as entidades parceiras no âmbito da Rede Social do Barreiro que constituem o NPISA do Barreiro – o Instituto da Segurança Social, Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Centro Hospitalar Barreiro Montijo EPE, Polícia de Segurança Pública – Comando Distrital de Setúbal, Rumo – Cooperativa de Solidariedade Social, Irmandade da Santa Casa da Misericórdia do Barreiro, Centro Social e Paroquial de Santo André, CATICA – Centro Comunitário de Coina, NÓS – Associação de Pais e Técnicos para a Integração do Deficiente, Persona – Associação para a Promoção da Saúde Mental e CRIVA – Centro de Reformados e Idosos do Vale da Amoreira.

- PUB -

Segundo avança a autarquia, “o novo protocolo tem como objectivo ser o ponto de partida de implementação das competências de um NPISA” no Barreiro. Assim como um ponto-chave para a aplicação do modelo de intervenção e os instrumentos de orientação e trabalho a criar ou a ter em conta”, no contexto dos apoios necessários a casos de sem-abrigo.

Nesse sentido, a assinatura do protocolo contou também com a presença de representantes do Grupo de Implementação, Monitorização e Avaliação da Estratégia Nacional para a Integração das Pessoas em Situação de Sem-Abrigo (ENIPSSA).

 

- PUB -

20 núcleos de norte a sul apoiam sem-abrigo

 

Os Núcleos de Planeamento e Intervenção Sem-Abrigo estão distribuídos de de norte a sul do país em 20 concelhos. Alguns em fase de implementação, como o caso do núcleo do Barreiro, outros há vários anos, como a caso de Setúbal Almada, cujos NPISA estão em actividade desde 2010, e em Lisboa desde 2015.

A criação destes núcleos justifica-se sempre em prol da dimensão do fenómeno das pessoas em situação de sem-abrigo e à realizada no âmbito dos Conselhos Locais de Ação Social (CLAS) ou plataformas supraconcelhias.

Cada NPISA deve ser constituído por um representante da câmara municipal e das entidades ou organismos do sector público. Nomeadamente, organismos tutelados pelos membros do Governo nas áreas do emprego, segurança social, educação, saúde, justiça, administração interna, obras públicas e ambiente, cidadania e igualdade. Os NPISA são também integrados por todas as entidades com intervenção na área que desejem estabelecer um trabalho articulado e integrado.

- PUB -

Mais populares

CDU vai lançar André Martins à presidência da Câmara Municipal de Setúbal

A CDU vai avançar com André Martins como candidato à presidência da Câmara Municipal de Setúbal nas autárquicas deste ano. O nome do actual...

Joaquim Maia deu a volta à tragédia para ajudar atletas a vencerem na pista

A vida pregou-lhe uma má partida, mas não se deixou vencer. Hoje é treinador e já ajudou a lançar atletas de alta competição     No campo...

Incêndio destrói cozinha de habitação na Avenida Bento Gonçalves

Um incêndio deflagrou hoje numa habitação situada na Avenida Bento Gonçalves, em Setúbal, tendo provocado a destruição completa da respectiva cozinha, uma vez que...
- PUB -