Obras avançam na praça situada junto à estação ferroviária Barreiro A

345
visualizações

Serviços camarários iniciam trabalhos para requalificar aquela zona da cidade. Intervenção permitirá uma ligação das infraestruturas entre o Armazém de Víveres e o antigo dormitório da CP. Obras vão criar nova centralidade no início do próximo Inverno

 

- Pub -

Arrancaram na última semana as obras que vão alterar a imagem da praça situada junto à estação ferroviária do Barreiro A e que vão permitir, no futuro, a ligação do Armazém de Víveres e o antigo dormitório da CP, com a parte de infraestruturas a ser actualmente realizada pelos serviços camarários.

Rui Braga, vereador responsável pela divisão de Obras Municipais, Estudos e Empreitadas da câmara municipal, anunciou recentemente que “os trabalhos de requalificação desta nova praça vão criar algum constrangimento de trânsito, mas nada de muito significativo”, desvalorizou, tendo adiantado que “vamos ter nos próximos meses obras no local para que no início do próximo Inverno possamos ter ali uma nova centralidade, acompanhada pelo início dos trabalhos no Armazém, apontados para o Verão deste ano”, revelou, no decorrer da última sessão pública do executivo municipal. Para o vereador, a intervenção naquela “zona da cidade criará certamente novas dinâmicas, requalificando o coração do Barreiro”, acrescenta.

Todavia, a plataforma central entre o referido armazém e o dormitório, e a estação ferroviária, vai continuar a servir de estacionamento aos barreirenses que poderão desta forma continuar a utilizar o espaço para deixar as suas viaturas. No local serão também criados alguns espaços verdes para embelezamento da praça.

Na mesma altura, o vereador lembrou que em breve vai também avançar a requalificação na estrada municipal 510 para melhorar a ligação entre a Vila Chã e Santo António da Charneca. “O lado contrário onde foi criada a ciclovia será alvo em breve de uma solução com a mesma lógica, numa obra que deverá estar no terreno, em princípio, ainda durante este mês”, apontou.

Requalificação avança na frente ribeirinha

Já na área do programa POLIS e de acordo com o autarca, ambas as frentes de obra “estão consignadas e durante esta semana vamos iniciar a instalação das vedações e da montagem de estaleiros no local”, situação que permitirá à autarquia continuar a avançar com os trabalhos “num curto espaço de tempo, que possibilitará a requalificação” daquela frente ribeirinha.

A acompanhar a intervenção que o município vai realizar junto aos terrenos da Verderena, Rui Braga anunciou ter já reunido com o actual proprietário do terreno, adquirido recentemente em leilão, e cuja intenção apelidou de “muito sólida” no sentido de “iniciar a construção tão rapidamente quanto os processos burocráticos o permitam”, motivo pelo qual o vereador afirma acreditar “que ainda este ano vamos ter uma nova obra a nascer, com a construção dos 560 fogos previstos para aquele loteamento”.

Luís Geirinhas

 

Comentários

- Pub -