Covid-19: Grândola ajuda idosos e dependentes com alimentos e medicamentos

29
visualizações

O município e as juntas de freguesia de Grândola, no distrito de Setúbal, uniram-se para ajudar a população idosa ou dependente na aquisição de bens de primeira necessidade, alimentos e medicamentos, devido à pandemia de covid-19.

A “nova resposta social”, que pretende “proteger os mais vulneráveis”, vai passar a estar disponível duas vezes por semana, às terças e quintas-feiras, através da Linha Sénior de Grândola, “para conter a propagação da doença”.

- Pub -

De acordo com um comunicado hoje divulgado pelo município do litoral alentejano, a iniciativa “Grândola ainda mais solidária” permite aos cidadãos beneficiários pedirem à câmara ou à junta de freguesia da área de residência, todos os dias, a qualquer hora, para lhes comprar e entregar em casa bens essenciais e medicamentos, sendo as entregas feitas às terças e quintas-feiras.

“Se está sozinho e não tem apoio de familiares ou vizinhos, fique em casa e contacte a Linha Sénior de Grândola, que nós faremos e entregaremos as compras no seu domicílio”, informou o município.

O novo coronavírus responsável pela pandemia da Covid-19 já infetou mais de 250 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 10.400 morreram.

Desde que surgiu na China, em dezembro, o surto já se espalhou por 182 países e territórios, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que na quinta-feira.

O número de mortos no país subiu para seis.

Comentários

- Pub -