IPS lança medidas para igualdade de acessos a aulas à distância

34
visualizações

Alunos do IPS sem computador ou ligação à internet vão ter acesso a um pacote de apoio para que não fiquem excluídos das aulas

O Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) está a tomar medidas para o regresso às aulas na modalidade de ensino à distância, que o Estado de Emergência obriga. Trata-se de garantir a igualdade de acesso para os alunos que não possuam meios informáticos ou que, em casa, não tenham ligação à internet.

- Pub -

Pedro Dominguinhos, presidente da instituição, numa mensagem alusiva ao Dia do Estudante (24 de Março), avançou que estão a ser desenhadas várias medidas de apoio e mitigação para “permitir a igualdade de acesso e a qualidade do processo de ensino-aprendizagem, garantindo a todos o direito à educação”.

Neste quadro, o IPS pretende “assegurar” que o máximo de estudantes possam acompanhar o ensino à distância, pelo que está a decorrer um levantamento dos casos em que se verifica necessidade de equipamentos para assistir às aulas desde casa.
Ao mesmo tempo, está a ser trabalhado “um processo de criação um banco de computadores que funcionará por empréstimo, quer da parte do IPS, quer de colegas, quer ainda de organizações parceiras, estando igualmente em projecto, em parceria com uma instituição bancária, o lançamento de uma linha de crédito para aquisição de computador”, refere a instituição em comunicado.

Uma das medidas de apoio já aprovadas é o alargamento, até Setembro de 2020, do período de pagamento das propinas, sem pagamento de juros de mora, estando ainda prevista a criação do fundo social estuDAR, que envolverá toda a comunidade académica, entre docentes, não docentes, estudantes, Associação Académica e diplomados, e também organizações parceiras. Será igualmente negociada a reafectação das bolsas de mobilidade Santander para o referido fundo social.

Também a Associação Académica decidiu o reforço de verbas para todas as actividades de cariz social que tenham como objectivo apoiar os estudantes do IPS.

Comentários

- Pub -