Associação de Municípios exige subsídios de risco para trabalhadores mais expostos ao Covid-19

46
visualizações

Subsídio de insalubridade e penosidade para todos os trabalhadores que exercem funções de forte exposição ao perigo

- Pub -

 

A Associação de Municípios da Região de Setúbal (AMRS) defende a aplicação de subsídio de insalubridade e penosidade para todos os trabalhadores que exercem funções de risco no combate à pandemia Covid-19.

Nesta luta em que “tem de ser prevenido e combatido com determinação, ao novo coronavírus”, a AMRS destaca a “valorização do trabalho que os municípios têm vindo a desenvolver” neste combate, nomeadamente assegurando serviços essenciais como o abastecimento de água ou a recolha do lixo e criando soluções em todas as outras áreas de trabalho, como o fornecimento de refeições escolares aos alunos de 1ºciclo e pré-escolar dos escalões A e B, entre outras para que as populações continuem a ver as suas condições de vida asseguradas”.

Dado relevo aos trabalhadores das autarquias que asseguram os serviços essenciais, com “forte exposição ao perigo”, a associação intermunicipal da região de Setúbal considera que estes devem “merecer não só o aplauso de todos, mas uma valorização efectiva” pelo que sublinha a “urgência da aplicação imediata do subsídio de insalubridade, penosidade e risco a todos os trabalhadores dos vários sectores privados e da administração pública, nomeadamente à administração local, que exercem funções de risco”.

 

Comentários

- Pub -